A Evolução dos Links Patrocinados do Google Ads | Clinks

A Evolução dos Links Patrocinados do Google Ads

09/01/2013 Por: na Categoria Links Patrocinados com 0 e 2
Home > Blog > Links Patrocinados > A Evolução dos Links Patrocinados do Google Ads

Como a mais popular ferramenta de Links Patrocinados evoluiu desde seu lançamento até os nossos dias?

23 de Outubro de 2000. Esta é uma data marcante na memória da maioria dos profissionais de marketing digital, em todo o mundo. Foi o dia em que a plataforma de publicidade on-line do Google foi anunciada – neste dia, era lançado o Google Ads com 350 clientes. De uma plataforma experimental, passou a ser o que é hoje: um sistema de publicidade multibilionário, encarada como a mais vantajosa oportunidade para as empresas poderem anunciar seu site na internet.

– Quais passos o Google Ads precisou tomar para chegar onde está hoje? Acompanhemos esta pequena viagem no túnel do tempo para compreendermos o crescimento do sistema de publicidade dos Links Patrocinados. As datas podem sofrer pequenas variações já que muitas alterações foram aplicadas gradativamente, em lançamentos betas, até alcançarem todos os anunciantes e usuários.

2000

– Inicialmente, o Google Ads oferecia um sistema de cobrança por impressão. Os anunciantes definiam quanto estavam dispostos a pagar para cada mil exibições que seus Links Patrocinados recebessem. Até então, não havia políticas claramente definidas sobre spam e tampouco menções detalhadas sobre o Índice de Qualidade.

– Muitos usuários passaram a ver os anúncios, inicialmente, apenas no lado direito da página. Pouco depois, ainda no seu primeiro ano de existência, era possível ver alguns resultados patrocinados na parte superior da página. Conforme ilustrado na imagem abaixo, os resultados laterais tinham um fundo azul-claro, enquanto os superiores ocupavam toda a largura da página. A cor de fundo, levemente rosa, era bem próxima do que é hoje. Nesta época, toda a área colorida (tanto nos resultados laterais quanto nos superiores) eram clicáveis.

– Note que a URL de visualização nos resultados laterais era exibida na última linha. Este padrão se manteria por alguns anos, até ser alterado em 2008.

– Qual foi o resultado alcançado pelos Links Patrocinados do Google Ads ao final do seu primeiro ano? Segundo divulgado pelo Google, o sistema de publicidade já havia arrecadado cerca de 70 milhões de dólares, tornando um grande sucesso entre anunciantes empenhados em divulgar seu site na internet.

2001-2003

– Os anos seguintes testemunharam uma série de testes. Para entender o impacto que os anúncios teriam sobre o público de acordo com o formato, cor e posição do anúncio, o Google alterava estas formatações constantemente. A imagem abaixo destaca uma das diversas variações que os anúncios assumiram durante estes anos.

– O pagamento por clique (CPC) entra em foco, em 2002. Também iniciam-se as considerações sobre o posicionamento dos anúncios. Os resultados seriam apresentados não somente com base no valor que os anunciantes estivessem dispostos a pagar, mas também com base em uma pontuação adquirida pelas contas. Era o Índice de Qualidade em seus estágios iniciais. Entre os concorrentes no mesmo segmento, o Google assumia a posição de favorito.

– No final de 2002, os Links Patrocinados passam a ser exibidos nas buscas em sites parceiros de pesquisa. Com isso, o alcance dos anúncios passa a ser bem maior.

– No ano seguinte, é apresentado o Google AdSense que começava a abrir a oportunidade para anunciantes divulgarem seus sites por toda a internet. O programa tem parte na revolução da internet, ao permitir que blogs e websites pessoais se tornem empreendimentos potencialmente lucrativos.

2004

– Em 2004, as alterações no formato dos Links Patrocinados são mais impactantes. O Google altera o layout de sua página de resultados. A famosa barra de navegação azul-escura desaparece. Os itens de tal barra (imagens, grupo, notícias, etc) são movidas para o alto da caixa de pesquisa. Neste ano, os resultados patrocinados na barra lateral deixam de ter um fundo colorido. Após testes e mais testes, o Google percebe que a exibição sobre o fundo branco tornaria os cliques mais convidativos e naturais.

2005-2007

– Em 2005, a Rede de Display entre em cena com força total. Os anunciantes do Google Ads são fortemente incentivados a divulgar seus anúncios também para a rede de conteúdo – sites de proprietários que se inscreveram no programa do Google AdSense. Links Patrocinados com GIFs animados passam a ser vistos como uma grande vantagem para quem quer divulgar seu site na rede de conteúdo, sob o sistema de cobrança CPM (Custo Por Mil Impressões).

– É lançado o Acompanhamento de Conversões. A partir de então, os anunciantes podem acompanhar quais campanhas, anúncios e palavras-chave foram responsáveis pelas conversões obtidas com os anúncios patrocinados.

– Ainda em 2005, é lançado o Google Advertising Professional (GAP), um programa que visa certificar profissionais habilitados no Google Ads e que passaram em um teste de avaliação de seus conhecimentos.

– Os Links Patrocinados exibidos na parte superior da página, mantém o padrão de cores ao fundo. A largura dos anúncios sofre uma pequena variação. Ao invés de ocupar toda a largura da página, eles se limitam ao tamanho da coluna da esquerda, tamanho reservado para os resultados orgânicos.

– Em Abril de 2007, o Google compra a DoubleClick, uma agência de marketing especializada em mídia eletrônica.

2008-2010

– Utilizando a tecnologia da DoubleClick, o Google Ads consegue melhorar a segmentação por interesse dos usuários na internet. Com isso, os Links Patrocinados exibidos na Rede de Display passam a ser mais relevantes e impactantes. Além disso, construir anúncios gráficos passa a ser uma tarefa mais simples com o lançamento do construtor de anúncios para a Rede de Display.

– Há uma alteração nos resultados laterais em 2008, ainda em fase beta. A URL passa a ser exibida acima das linhas de descrição. Esta mudança foi aplicada gradativamente ao longo de meses e anos.

– Em 2009, os Links Patrocinados exibem sua integração com o Google Checkout, e anúncios com Sitelinks começam a ser visualizados.

– No ano seguinte, a cor de fundo dos resultados superiores retornam definitivamente para o tom de rosa, e o Google começa a exibir resultados apontando para páginas das empresas no Google Places.

2011-2012

– As mudanças implementadas nas páginas de resultado de pesquisas passam a ser mais significativas.

– Os resultados patrocinados laterais são impactados especialmente em pesquisas de locais. Quando o internauta realiza uma pesquisa de um local físico, a barra de Links Patrocinados lateral é empurrada para baixo, dando espaço para a exibição de um mapa de localização.

– Diversos SiteLinks, exibidos em um mesmo anúncio, são cada vez mais comuns.

– O tamanho do mapa exibido na lateral dos resultados é reformulado, para não diminuir o impacto dos Links Patrocinados laterais.

– Os SiteLinks são preferencialmente exibidos horizontalmente, ao invés de sempre em cascata.

Concluindo

– Como mencionado, muitas destas mudanças foram implementadas, gradativamente. Com isto, podem existir pequenas discrepâncias quanto ao ano de lançamento de uma novidade ou outra. O fato indiscutível é que, a cada ano, a publicidade do Google Ads se torna cada vez mais competitiva. Tudo isso se deve ao fato do grande potencial que o sistema de publicidade oferece aos seus anunciantes.

– Para colocar sua empresa nos primeiros resultados do Google, é necessário um trabalho de muita qualidade, prestando atenção a detalhes que fazem toda a diferença em uma campanha de Links Patrocinados bem formulada. Por isso, se quiser aproveitar tudo aquilo que o que este sistema de publicidade construiu ao longo dos últimos anos, e tudo o que promete conceber nos próximos, entre em contato conosco. A parceria de sua empresa com o Google Ads certamente trará resultados altamente satisfatórios.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.