Como a Migração Para HTTPS Afeta Anunciantes do Google Ads | Clinks

Como a Migração Para HTTPS Afeta Anunciantes do Google Ads

23/08/2018 Por: na Categoria Dicas com 0 e 6
Home > Blog > Dicas > Como a Migração Para HTTPS Afeta Anunciantes do Google Ads

Até que ponto um anunciante do Google Ads deve estar preocupado com a migração do protocolo HTTP para HTTPS? Veja quais são as orientações do Google sobre este assunto

HTTPS é a sigla, em inglês, para protocolo seguro de transferência de hipertexto. Trata-se de um protocolo digital que protege dados dos usuários em transferências realizadas na internet, tais como sua integridade e confidencialidade.

Visto que segurança é uma exigência de qualquer usuário na web, a recomendação é que os sites utilizem este protocolo, especialmente aqueles onde existem alguma transação com clientes, como compras.

Esta é a recomendação do Google Ads para seus anunciantes: que utilizem o HTTPS como protocolo de segurança nos sites anunciados.

Veja quais são suas vantagens.

Vantagens do Uso do HTTPS

Quais são algumas das vantagens que um anunciante tem ao usar este protocolo em suas páginas?

Maior Segurança

Você anuncia no Google Ads para aumentar a visibilidade do seu site e melhorar as vendas. No entanto, a segurança é uma das prioridades dos clientes que realizam transações online.

Deixar de ter uma página HTTPS pode inibir os clientes de darem informações pessoais e financeiras para você, em seu site.

Além disso, usuários do navegador Chrome visualizam o rótulo “Não Seguro” em sites que não utilizam o protocolo HTTPS.

Assim, a grande verdade é que você pode perder negócios caso não efetua a migração do HTTP para o HTTPS.

Melhor Desempenho

As tecnologias presentes no HTTPS visam acelerar o carregamento das páginas e melhorar as experiências dos usuários.

Como já mencionamos em outro artigo, o recurso Acompanhamento Paralelo é um método de avaliação de cliques. Ele acelera o carregamento das páginas de destino para quem anuncia no Google Ads. No entanto, para utilizar o acompanhamento paralelo é requisito que todos os URLs de avaliação de cliques usem HTTPS.

Migração do HTTPS nas URLs Finais

Migrar HTTP para HTTPSComo mencionado, o Google Ads recomenda o uso de HTTPS nas páginas de destino. Além disso, também recomenda a adoção deste protocolo nas configurações de URLs Finais.
Se seu website for compatível com HTTPS, neste caso, o Google Ads encaminha de forma automática os cliques para a versão da URL com HTTPS.

O encaminhamento dos cliques em URLs com HTTP para aquelas com HTTPS, segundo o Google, é feito nas seguintes situações:

  • Se a tecnologia HTTPS Strict Transport Security (HSTS) estiver implementada no seu site, todos os cliques serão encaminhados para os URLs com HTTPS.
  • Se um URL for encaminhado para um URL equivalente com HTTPS por meio de um redirecionamento 301, todos os cliques nesse URL serão encaminhados para o URL com HTTPS.

No entanto, é importante destacar que o próprio Google alerta que o anunciante não deve confiar somente nos recursos de redirecionamento. Até porque o redirecionamento aumentam o tempo para carregar uma página. Isto, por sua vez, afeta as experiências dos usuários, podendo prejudicar o desempenho das campanhas.

Portanto, para realizar uma atualização em massa, podem ser utilizadas ferramentas como:

A privacidade é de maior importância para o Google Ads e para todos os clientes em suas transações online. Portanto, se você é anunciante do Google, tenha isso em mente. A migração para o HTTPS é um investimento que garantirá bons negócios no seu marketing digital.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.