Como os Gigantes da Tecnologia Tem Investido em Inteligência Artificial

Como os Gigantes da Tecnologia Tem Investido em Inteligência Artificial

11/04/2018 Por: na Categoria Inteligência Artificial com 0 e 1
Home > Blog > Inteligência Artificial > Como os Gigantes da Tecnologia Tem Investido em Inteligência Artificial

Veja como os principais gigantes da tecnologia tem investido em Inteligência Artificial e Computação Cognitiva

IBM, Google, Microsoft, Amazon e muitos outros gigantes da tecnologia são nomes com os quais estamos bastante familiarizados. São empresas que nos fornecem produtos e serviços que tornam nossas vidas melhores e mais práticas.

Talvez você não saiba, mas estas empresas, já há muito tempo, têm tirado proveito da tecnologia da Inteligência Artificial. Muito destes esforços visam melhorias internas. No entanto, estas empresas também perceberam que a tecnologia da Inteligência Artificial pode ser transformada em soluções para seus clientes corporativos.

Mas quais têm sido as iniciativas dos gigantes da tecnologia em fazer uso da Inteligência Artificial? E de que forma seus produtos e serviços têm sido afetados por esta tecnologia?

Veja a seguir os principais nomes dos gigantes da tecnologia que investem na IA.

Google

O Google começou a fazer uso da Inteligência Artificial no final dos anos 90. Nesta época, a empresa aproveitou a tecnologia para melhorar o funcionamento do seu mecanismo de busca. Posteriormente, com o lançamento dos serviços corporativos em nuvem (o Google Cloud), foram descobertas novas formas de aproveitar o aprendizado de máquina em benefício dos usuários.

Com o tempo, novos projetos de pesquisa foram desenvolvidos, tal como o Google Brain. Elas visavam o desenvolvimento da engenharia de sistemas combinada com o aprendizado da máquina.

O Google também investe na Inteligência Artificial focada em reconhecimento de imagens. Para empresas aeroespaciais, estes dados são muito valiosos, visto que elas precisam analisar e interpretar um grande volume de imagens de satélite.

Amazon

A Amazon é outra empresa que utiliza a Inteligência Artificial para uso próprio. Além disso, ela também fornece a tecnologia para outras empresas.

Grande parte do que as pessoas percebem e valorizam na Amazon está relacionado ao aprendizado de máquina. É o caso dos mecanismos de recomendação, e também a previsão e cadeia de suprimentos. Além disso, a empresa utiliza o aprendizado de máquina para melhorar rotas de coleta robótica para os pedidos de compra.

A empresa desenvolveu o Amazon Alexa, um assistente que realiza tarefas por comando de voz. O Alexa é alimentado pelo aprendizado profundo da linguagem natural e reconhecimento de fala.

A tecnologia não está restrita aos muros da Amazon. Outras empresas fazem uso dos recursos e tecnologias de Inteligência Artificial da Amazon. A Netflix, por exemplo, utiliza esta tecnologia para melhorar seus serviços de personalização e recomendação.

Microsoft

A Microsoft tem aplicado esforços no desenvolvimento da IA, focando em grande parte, no reconhecimento de voz e gestos.

Também tem como objetivo que sua tecnologia possa ser aproveitada por outros desenvolvedores. A intenção é que estes possam criar novas tecnologias de Inteligência Artificial.

O Azure é um conjunto de serviços em nuvem desenvolvido para ajudar profissionais de TI a criar e gerenciar aplicativos na rede global de datacenters. Outras tecnologias foram desenvolvidas a seguir, como o Cortana (assistente pessoal digital) e o BOT Framework.

IBM

Em meio a tantos nomes, a IBM aparece como a grande precursora destas empresas no desenvolvimento da Inteligência Artificial. Quando as demais empresas, acima mencionadas, iniciaram seus projetos de IA, a IBM já era veterana no ramo. Desde os anos 50 – os primórdios da história moderna da Inteligência Artificial – a IBM já investe nesta tecnologia.

E especialmente em nossos dias, a empresa tem investido pesado na computação cognitiva da Inteligência Artificial. A expressão “cognitiva” transmite a ideia de um processo contínuo de aquisição de conhecimento. Aqui incluem-se diversos fatores como linguagem, percepção e raciocínio.

O Watson é a plataforma de inteligência artificial da IBM para negócios. É um sistema cognitivo porque aprende em larga escala, cria soluções baseadas em raciocínio, e interage com as pessoas de forma natural. Este processo de pensamento, raciocínio e aprendizagem diferencia o Watson de todas as outras soluções de Inteligência Artificial existentes no mercado. Além disso, é uma solução que funciona inteiramente nas nuvens, atuando como um poderoso sistema cognitivo para empresas em todo o mundo.

Segmentando diversas indústrias e mercados, desde a área de saúde e contabilidade até o varejo, a solução IBM Watson converte uma infinidade de dados em eficientes estratégias de alcance.

Isto é percebido também nas iniciativas de marketing – a solução cognitiva Watson permite criação de conteúdo e segmentação publicitária no nível do indivíduo. A utilização destes recursos para sua empresa pode ser conseguida por meio da consultoria de uma agência IBM Partner.

A IBM tornou-se assim pioneira em oferecer um serviço de inteligência artificial baseado nos setores. Com isso, empresas e organizações de todos os setores podem ter acesso e tirar proveito do gigantesco potencial do Watson.

As aquisições têm aumentado o potencial desta solução cognitiva. Apenas para citar um exemplo: em 2016, a IBM comprou a empresa de meteorologia Weather.com para sua divisão de computação cognitiva do Watson. A compra atende às estratégias da IBM de aumentar sua presença no mercado da Internet das Coisas. Com este acordo, a empresa passou a ter acesso a mais de 2 bilhões de pontos de previsão em todo o globo, uma série de dados que alimenta o Watson continuamente.

Os esforços da IBM em adaptar a computação cognitiva aos setores e seu longo tempo de investimento em Inteligência Artificial faz do Watson a solução mais forte existente no cenário da IA.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google AdWords.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.