Devo Usar Todas CorrespondĂȘncias Para a Mesma Palavra-chave? | đŸ„‡Clinks Âźïž

Devo Usar Todas CorrespondĂȘncias Para a Mesma Palavra-chave?

16/05/2013 Por: na Categoria Palavra-chave com 0 e 1
Home > Blog > Palavra-chave > Devo Usar Todas CorrespondĂȘncias Para a Mesma Palavra-chave?

Existe alguma razĂŁo que justifique a utilização de todas as correspondĂȘncias para cada uma das palavras-chave utilizadas em uma campanha de Links Patrocinados?

– Ao selecionar as palavras-chave que acionarĂŁo os Links Patrocinados, Ă© preciso definir as correspondĂȘncias das mesmas. Alguns anunciantes ficam em dĂșvida quanto se Ă© interessante usar todas as correspondĂȘncias para cada uma das palavras utilizadas na campanha.

– SerĂĄ que esta Ă© a decisĂŁo mais acertada? SerĂĄ que este tipo de gestĂŁo farĂĄ com que o trĂĄfego e as conversĂ”es sejam maiores?

– Quando se conhece o fundamento de todas as correspondĂȘncias fica claro que nĂŁo hĂĄ a necessidade de colocar todas as palavras-chave como ampla, frase, exata e ampla modificada. É preciso analisar este fundamento e os objetivos da campanha. Por exemplo, o que um anunciante pode esperar ao anunciar seus Links Patrocinados utilizando as correspondĂȘncias ampla e exata?

O Que as CorrespondĂȘncias Prometem

palavras-chave-amplaCorrespondĂȘncia Ampla Ă© a que gera a maior quantidade de impressĂ”es. No entanto, Ă© responsĂĄvel por gerar muito trĂĄfego indesejado. Quaisquer termos de pesquisa que tenham uma tĂȘnue, porĂ©m, indesejada relação com as palavras-chave escolhidas, podem disparar os Links Patrocinados. Por isso, a correspondĂȘncia ampla costuma ter o mais baixo CTR de uma campanha. A melhor forma de corrigir este tipo de problema Ă© utilizando as palavras-chave negativas – mas isto possui um lado ruim, jĂĄ que demandarĂĄ mais de tempo na gestĂŁo das campanhas.

– JĂĄ a CorrespondĂȘncia Exata costuma ser detentora do maior CTR. No entanto, possui uma quantidade bem menor de buscas, e o CPC poderĂĄ ser um pouco mais caro em alguns casos. Ainda assim, vocĂȘ sabe exatamente o que o usuĂĄrio estĂĄ procurando, o que faz com que esta correspondĂȘncia gere maiores conversĂ”es. AlĂ©m disso, de modo geral, este tipo de palavra-chave costuma ficar melhor posicionado nos resultados de pesquisa, jĂĄ que o Google Ads prioriza palavras exatas, em relação Ă s outras correspondĂȘncias. E como nĂŁo poderia deixar de ser, ela Ă© a mais concorrida.

– Assim, serĂĄ que nĂŁo existe nenhuma razĂŁo em utilizar todas as correspondĂȘncias de palavras-chave? Os provĂĄveis Ășnicos motivos que justificariam esta decisĂŁo seriam os seguintes:

* Testar todas elas e analisar qual gera maior CTR, menor custo, alĂ©m de conduzir a maiores conversĂ”es e, a partir daĂ­, escolher apenas uma correspondĂȘncia (isto levarĂĄ demasiado tempo e pode ser muito caro);

* Dar lances diferenciados para diferentes correspondĂȘncias (por exemplo, dar um lance maior para correspondĂȘncia exata e um menor para ampla). Neste caso, nĂŁo hĂĄ necessidade de se criar Grupos de AnĂșncios para cada uma das correspondĂȘncias. O melhor Ă© utilizar grupos tematizados com todas elas.

– HĂĄ diversas formas de se estruturar uma conta, e cada anunciante e consultor de Links Patrocinados costuma tomar uma decisĂŁo. HĂĄ quem prefira usar diversas correspondĂȘncias para poder dar lances diferenciados e nĂŁo perder nenhuma audiĂȘncia. Outros se concentram na correspondĂȘncia exata, e nas demais, tentando garantir um trĂĄfego mais qualificado. De qualquer forma, conhecendo o funcionamento de cada uma das correspondĂȘncias, seus objetivos, e os hĂĄbitos de consumo do seu pĂșblico-alvo, ajudarĂĄ com que vocĂȘ faça a decisĂŁo mais acertada ao anunciar seu site no Google.

Copyright © ClinksÂźïž - Google Ads Partner PREMIERđŸ„‡. AgĂȘncia Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas MĂŁos de Especialistas.