A História da Classificação de Anúncios (Ad Rank) do AdWords | Clinks

A História da Classificação de Anúncios (Ad Rank) do AdWords

30/01/2014 Por: na Categoria Anúncios com 0 e 0
Home > Blog > Anúncios > A História da Classificação de Anúncios (Ad Rank) do AdWords

Como a classificação de anúncios do Google AdWords evoluiu nos últimos anos, desde sua concepção? Que fatores hoje são essenciais para ocupar os primeiros resultados do Google?

– Com o contínuo crescimento da concorrência na publicidade online, e com anúncios cada vez mais alinhados com a intenção de pesquisa dos usuários, é imperativo que as empresas ocupem uma posição de destaque nos resultados patrocinados. Para isso, é necessário contar com uma boa Classificação de Anúncios, também conhecida pelo termo em inglês, Ad Rank. Esta classificação leva em consideração alguns fatores que, combinados, determinam a posição dos anúncios.

– Qual a história evolutiva da Classificação de Anúncios do Google AdWords? Que passos foram dados até chegarmos nos elementos atuais?

2002

Classificação de anúncios Ad Rank– Em 2002, o Índice de Qualidade ainda não havia sido concebido. A Classificação de Anúncios era calculada com base em dois fatores: os lances dados no leilão e o CTR (click-through rate). Para que um anunciante pudesse melhorar a posição dos seus Links Patrocinados nos resultados de pesquisa era preciso aumentar o lance das palavras-chave ou melhorar a taxa de cliques dos anúncios. Havia casos em que palavras-chave com baixo CTR caiam em um limbo do qual nunca mais conseguiam sair. Era o Google AdWords levando em consideração a reação do público ao determinar quais Links Patrocinados deveriam ser exibidos e em quais posições.

– Com o tempo, em vez de desativar as palavras-chave de baixa relevância, o Google AdWords solicita que os anunciantes passem a pagar mais por elas. Isto dava a eles a oportunidade de, ou trabalhar a relevância das palavras-chave ou então eliminá-las definitivamente.

2006

– Em 2006, as regras foram reformuladas, e entra no cenário o Índice de Qualidade. Desta forma, o Google AdWords passa a utilizar os lances no leilão e o Índice de Qualidade para determinar a posição dos Links Patrocinados. Com o passar dos anos, o Google AdWords procurou aderir cada vez mais o Índice de Qualidade à boa experiência de navegação dos usuários. Isto significa que tal índice passou a incorporar a qualidade do anúncio e também seu alinhamento com as páginas de destino.

2013

Extensões de anúncios e a classificação dos Links Patrocinados

– Além do valor de CPC e do Índice de Qualidade, o Google AdWords passa a utilizar o impacto esperado pelas extensões de anúncios para determinar a classificação dos Links Patrocinados. A composição se torna mais complexa. Identificar qual elemento de uma campanha está derrubando o Índice de Qualidade passa a exigir um trabalho ainda mais meticuloso. Especialmente anunciantes com pouca experiência enfrentam dificuldades em compreender como cada elemento de uma campanha está contribuindo ou prejudicando a classificação dos anúncios.

Concluindo

– A equação para classificação dos anúncios hoje é bem mais complicada, incluindo diversos elementos dos Links Patrocinados, páginas de destino e lances do anunciante. É verdade que no centro de toda esta equação, ainda permanece o princípio existente em 2002: relevância. No entanto, o Índice de Qualidade é um componente bastante confuso para grande parte dos anunciantes – especialmente agora com a inclusão das extensões de anúncios –, e trabalhar com sua melhoria é um grande desafio. Por esta razão, a vasta experiência de uma agência de Links Patrocinados certificada pelo Google AdWords é o passo essencial a ser dado pelas empresas que querem ocupar, em destaque, a primeira página do Google.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google AdWords.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.