Políticas de Publicidade do Google Ads Atualizadas

Políticas de Publicidade do Google Ads Atualizadas

14/03/2016 Por: na Categoria Google Ads, Políticas com 0 e 4
Home > Blog > Google Ads > Políticas de Publicidade do Google Ads Atualizadas

Políticas do Google Ads são atualizadas constantemente, visando melhorar experiência de usuários e parceiros de negócios. Veja algumas das principais atualizações para anunciar um site nos Links Patrocinados

Políticas de publicidade nos Links Patrocinados– Como qualquer plataforma de publicidade, o Google Ads possui diretrizes para veiculação dos seus anúncios de Links Patrocinados, palavras-chave e sites divulgados. O descumprimento destas políticas de publicidade podem acarretar em anúncios não exibidos, além de penalidades maiores como desativação do domínio e suspensão da conta. Imagine todo um trabalho para construir campanhas eficazes, com alto índice de qualidade e, no final, ter o trabalho perdido por desconhecer e descumprir uma ou mais políticas de publicidade do Google!

– Por esta razão, é necessário conhecer quais são as regras e diretrizes estabelecidas pelo Ads para veicular anúncios e sites em sua plataforma. Mas é preciso um importante passo adicional: estar em dia com as atualizações das políticas de publicidade (as atualizações podem ascender às dezenas por ano). O Google Ads atualiza regularmente suas políticas com o objetivo de garantir uma melhor experiência para usuários e parceiros de negócios.

– Quais são as atualizações das políticas dos Links Patrocinados? Confira importantes alterações aplicadas nos últimos tempos que precisam ser conhecidas e respeitadas pelas empresas que divulgam seu site na internet.

Armas

– Você possui uma loja ou empresa de produtos ou serviços perigosos? O Google Ads atualizou as políticas de publicidade sobre Armas em setembro de 2015. Com esta atualização, os anunciantes estão autorizados a promover produtos de arco e flecha, e demais itens relacionados.

Cassinos e Jogos de Azar

– Não apenas as loterias off-line gerenciadas pelo Estado são permitidas. É possível que Links Patrocinados de loterias online sejam veiculadas no Google, desde que também mantidas pelo Estado.

Coleta de Informações

– Algumas normas já existentes tornaram-se mais específicas para os anunciantes, sendo mais claras quanto ao que pode e o que não deve ser utilizado na publicidade online. Por exemplo, a política de Coleta de Informações esclarece e enfatiza que não é permitido a publicidade com base em interesse que coletam informações de identificação pessoal, como e-mail, telefone e números de cartões de crédito.

Drogas Ilegais

– No tocante às drogas ilegais, o Google Ads especifica que é proibida a promoção de drogas herbáceas. Isto significa que é terminantemente proibido a veiculação de anúncios sobre sálvia e cogumelos, por exemplo.

Documentos Falsificados

– Foi incluído um adendo às políticas sobre Documentos Falsificados: estão também proibidas as graduações concedidas apenas para “experiências de vida” relatadas.

Espécies Ameaçadas

– Anteriormente, o Google Ads citava a proibição de anúncios de marfim de elefantes. No entanto, a política foi ampliada para representar melhor a preocupação do Google. As políticas de publicidade atualizadas mencionam que a proibição não se limita a elefantes, mas inclui também cachalotes e morsas.

Fogos de Artifício

– Em princípio, esta política parece afetar somente fabricantes e comerciantes de fogos de artifício. No entanto, uma atualização nas diretrizes pode abranger outras empresas. Isto porque, segundo o Google Ads, é proibida a promoção de fogos que formam desenhos em páginas de destino, mesmo que esse conteúdo não seja o foco da página. Portanto, ao anunciar no Google, certifique-se de que as páginas divulgadas não contenham desenhos formados por fogos de artifício.

Práticas de Faturamento Pouco Claras

– As normas para páginas de destino que segmentam dispositivos WAP correspondem aos requisitos das páginas que segmentam computadores e celulares de última geração (com navegadores completos). O Google Ads enfatiza que, nos casos em que houver faturamento recorrente ou inscrições, uma caixa de seleção deve acompanhar o preço e o intervalo de faturamento.

Promessas Enganosas e Imprecisas

– Conforme já divulgado em outra oportunidade neste blog de marketing digital, declarações sobre perda de peso estão restritas e permitidas somente para anunciantes que promovem programas de dieta ou exercícios, psicoterapia ou soluções cirúrgicas. A norma passa a integrar as políticas de Segurança do Usuário.

Relevância, Clareza e Precisão

– Prezando pela clareza nos anúncios e para evitar confusão, o Google Ads determina que números de telefone não podem ser usados nos anúncios de texto. O objetivo é que os internautas entendam que, ao clicar em um anúncio, eles serão direcionados para um website ou aplicativo, e não a uma chamada. Anunciantes que desejam promover números de telefone podem usar o recurso das extensões de chamada.

Remarketing

– O Remarketing é ativado com base no interesse e navegação dos usuários no website do anunciante. No entanto, neste respeito, o Google proíbe a publicidade com base em interesses com conteúdo relacionado a divórcio e separação conjugal. Isto se aplica tanto a websites quanto a aplicativos.

Saúde e Remédios

– Um critério adicional foi estabelecido para empresas que promovem serviços e produtos relacionados a saúde na internet. O Google proíbe a promoção de testes domésticos de HIV. Além disso, estão proibidos produtos com HGH (hormônio de crescimento humano).

Segurança do Usuário

– O Ads não permite a promoção nos Links Patrocinados de websites com falsa alusão à afiliação com o governo. Por exemplo, sites que, enganosamente, utilizam selos e nomes de agências do governo, ou anunciantes que imitam o layout e design de sites estatais.

Serviços Sexuais Adultos

– Massagens íntimas são classificadas como conteúdo que pode ser interpretado como promoção de ato sexual em troca de pagamento. Este tipo de conteúdo é proibido de ser anunciado no Google Ads. Uma atualização das políticas de Serviços Sexuais Adultos deve chamar a atenção de sites de massagens. Segundo a atualização desta diretriz, sites de massagem com descrições físicas ou imagens sugestivas de massagistas serão considerados “massagem íntima”, podendo ter sua veiculação proibida no Google.

URL de Visualização

– No tocante às políticas sobre URLs de Visualização, o Google Ads adicionou uma informação: não são permitidos endereços IP no campo do URL de visualização. Isto visa proteger a experiência dos usuários.

E-book “Políticas do Google Ads Atualizadas”

– Em seu compromisso com as políticas e diretrizes do Google Ads, conhecendo e respeitando as normas que visam uma melhor experiência para usuários e anunciantes, a CLINKS disponibiliza a segunda edição do E-book Políticas de Publicidade do Google Ads. A nova versão traz as normas revisadas, explicadas pontualmente. O e-book deve interessar a todos os anunciantes: indústrias, fabricantes e comerciantes de produtos, escritórios de serviços, bem como profissionais de marketing digital.

Políticas Google Ads - 2º Ed.

Compre o e-Book

Tenha sempre a mão em seu Smartphone, Tablet ou Pc todas as políticas do Google Ads explicadas detalhadamente.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.