Políticas Google Ads: Saúde e Remédios - CLINKS

Políticas Google Ads: Saúde e remédios

Home > Políticas Google Ads > Políticas Google Ads: Saúde e remédios

Políticas Google Ads: Saúde e Remédios

 

As Políticas do Google Ads sobre Saúde e Remédios São Bastante Restritivas– O Google Ads criou políticas de publicidade que regulam a promoção de remédios e outros produtos relacionados à saúde. Detalhes como fatores legais são seriamente levados em consideração ao determinar o que é permitido e o que é proibido. Se este é o seu ramo de negócios, esteja atento a esta política de publicidade ao anunciar seu site no Google.

– Há alguns itens destacados nesta regra de conteúdo, porém, que não levam em consideração os fatores legais. O Google Ads decidiu proibir, nos Links Patrocinados, a veiculação dos seguintes produtos, independente do anunciante cumprir com os requisitos legais do Brasil:

* suplementos com ativos farmacêuticos;
* produtos que aleguem similaridades com: esteroides anabolizantes, medicamento controlado para emagrecimento, e para tratamento de disfunção erétil;
* produtos que tenham nome semelhante aos medicamentos citados acima;
* produtos que contenham melatonina.

– Há uma lista extensa de produtos e testes proibidos. Se seu negócio é atuante neste ramo, melhor consultar primeiramente esta lista antes de enviar seus Links Patrocinados para análise. Isto evitará perda de tempo e punições desnecessárias. Por exemplo, é proibido a promoção de testes domésticos de HIV, bem como a divulgação de produtos com HGH (hormônio de crescimento humano).

– Se o medicamento ou suplemento anunciado estiver sob qualquer ação regulamentar, o Google Ads poderá decidir não aprovar o link patrocinado. Os produtos médicos que forem aprovados, porém, receberão o status de “Não indicado para menores”. Alguns países não permitem a veiculação de anúncios patrocinados que receberam este status, mas este não é o caso do Brasil. Por aqui, esta classificação não permitirá que seu anúncio seja exibido em sites parceiros do Google que não aceitam este tipo de conteúdo; e também impossibilitará a exibição dos anúncios para usuários que estiverem com o SafeSearch ativado.

– Se deseja anunciar uma farmácia on-line no Google Ads, precisará primeiramente cumprir alguns requisitos, que são:

* estar registrada na ANVISA;
* nem o anúncio nem o website podem promover medicamentos que sejam prescritos;
* seus anúncios deverão segmentar apenas o Brasil;
* você precisará acessar o formulário de inscrição para anúncios de farmácias on-line e preenchê-lo devidamente. 

– Além disso, no Brasil, é proibido a promoção de dispositivos médicos. Tais aparelhos são instrumentos usados por profissionais da saúde no diagnóstico, prevenção e tratamento de enfermidades. Visto que se exige que tais dispositivos sejam operados por profissionais capacitados, sua veiculação nos Links Patrocinados do Google Ads é proibida.

– Ainda que não comercialize produtos que violem estas diretrizes de conteúdo, ao anunciar seu site no Google, precisará tomar cuidado com as palavras utilizadas no seu website, bem como em seus anúncios. Quando o robô do Google realiza a varredura, ele procura por palavras que são classificadas negativamente pelo Google Ads. Desta forma, o uso de algumas palavras pode fazer com que seu anúncio seja reprovado.

Políticas Google Ads - 2º Ed.

Compre o e-Book

Tenha sempre a mão em seu Smartphone, Tablet ou Pc todas as políticas do Google Ads explicadas detalhadamente.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.