Resumo do SEGUNDO Dia do Encontro Comunidade Ads 2014 | đŸ„‡Clinks Âźïž

Resumo do SEGUNDO Dia do Encontro Comunidade Ads 2014

27/08/2014 Por: na Categoria Eventos com 0 e 0
Home > Blog > Eventos > Resumo do SEGUNDO Dia do Encontro Comunidade Ads 2014

Resumo das palestras apresentadas no SEGUNDO dia do Encontro da Comunidade do Ads em 2014

– O segundo dia do Encontro da Comunidade Ads 2014 esteve repleto de informaçÔes e dicas valiosas para os profissionais de Links Patrocinados e do marketing digital. Neste dia, deu-se destaque ao ROI, Remarketing DinĂąmico, Google Meu NegĂłcio e outros importantes temas.

– Confira os pontos altos das palestras apresentadas no segundo dia do evento.

Dicas PrĂĄticas Para o Aumento do ROI

ROI - Retorno sobre investimentos no Google Ads– O ROI foi o tema central de Leo Pinto e Renata Oliveira, na palestra de abertura. O ROI Ă© uma importante mĂ©trica que avalia o valor da conversĂŁo dividido pelo custo. Trata-se de uma mĂ©trica que sempre deve ser o ponto focal de uma campanha de Links Patrocinados (bem acima dos cliques e impressĂ”es), uma vez que representa o lucro das empresas que anunciam no Google.

– Aliado a isto, foi apresentado o conceito do funil de conversĂŁo. Como dica importante, destacou-se a necessidade de alimentar o topo do funil para que outras campanhas, tais como Remarketing, tenham bons resultados.

– Para tanto, Ă© necessĂĄrio que profissional identifique as palavras-chave que integram o topo de funil e as palavras-chave que estĂŁo mais abaixo do funil. Por exemplo, “comprar bolsa” Ă© uma palavra-chave mais prĂłxima da conversĂŁo, uma vez que o usuĂĄrio praticamente jĂĄ se decidiu pela compra.

– Foram considerados detalhes das configuraçÔes e o passo a passo para acompanhar as conversĂ”es e o ROI no Google Ads.

– Diferentes indĂșstrias costumam possuir ROIs diferentes, e isto sempre deve ser levado em consideração pelas agĂȘncias de Links Patrocinados. Por isso, nunca Ă© correto comparar o ROI de clientes quando estes pertencem a indĂșstrias diferentes.

– Foi dado grande destaque Ă s diferenças entre Volume e ROI, classificadas por Leo Pinto como “grandezas inversamente proporcionais”. Isto se dĂĄ pelo fato de que, para aumentar o volume de conversĂ”es, muitas vezes Ă© necessĂĄrio sacrificar um pouco o ROI, e vice-versa.

– A palestra encerrou com a apresentação do conceito e exemplos prĂĄticos das estratĂ©gias de lances flexĂ­veis (maximizar cliques, eCPC/CPA, segmentar local na pĂĄgina de pesquisa e ROAS).

O Mercado Brasileiro das PME’s

– O segundo palestrante foi Luciano Santos, head de vendas PMEs do Brasil. Inicialmente, ele apresentou alguns dados que mostram como as pequenas e mĂ©dias empresas representam um mercado promissor. Por exemplo, elas respondem por 20% do PIB brasileiro e sĂŁo responsĂĄveis por 60% dos empregos formais.

– Para grande parte das PMEs, o conceito de presença online mudou. No entanto, ainda hĂĄ muito espaço para evolução. Alguns nĂșmeros compartilhados sobre o assunto demonstram isso:

  • 46% das PMEs possuem um site;

  • 58% usam redes sociais, na maioria, atualizadas pela prĂłpria PME;

  • apenas 8% tem um blog em seus sites.

– O que leva a maioria dos empresĂĄrios de pequenas e mĂ©dias empresas a evitarem o investimento em publicidade online? As 4 principais barreiras sĂŁo:

* “Não sei como funciona”

* “Não acredito que funciona”

* “Não preciso disso”

* “Não posso pagar”

– Isto explica em parte porque 68% das PMEs ainda utilizam a “cultura dos panfletos”, que Ă© cara e difĂ­cil de ser mensurada. Ainda Ă© a forma de publicidade mais utilizada pelas pequenas e mĂ©dias empresas.

– Evidentemente Ă© possĂ­vel quebrar este paradigma. No entanto, isto subentende muito trabalho, argumentos apoiados por dados concretos e paciĂȘncia. As agĂȘncias de publicidade e os consultores de Links Patrocinados tem um papel fundamental em desenvolver o mercado de PMEs.

Google Meu NegĂłcio

Google Meu NegĂłcio– O Google Meu NegĂłcio recebeu a atenção de todos na palestra de Diego Silva. Trata-se de uma importante ferramenta voltada especialmente para as PMEs. Oferece um Ășnico dashboard para diversos dispositivos. Possui uma versĂŁo app, facilitando a gestĂŁo das empresas a partir dos dispositivos mĂłveis.

– O Google Meu NegĂłcio engloba trĂȘs ideias simples:

  • Fazer negĂłcios online

  • Ser um ponto de entrada para os produtos dos negĂłcios no Google

  • Ajudar empresas a ter sucesso, permitindo que construam e monitorem suas presenças online

– A relevĂąncia desta solução do marketing digital fica evidente na forma como as pessoas encontram as marcas online. Cerca de 32% dos internautas descobrem as marcas nas mĂ­dias sociais, e 54% em mecanismos de pesquisa. Desta forma, fica claro que a publicidade online pode auxiliar as empresas, firmando a presença e a lembrança da marca entre o pĂșblico-alvo.

– Esta identidade online Ă© vital para crescer neste competitivo mercado. Cerca de 78% dos pequenos negĂłcios conseguem atĂ© 25% de novos clientes por meio das mĂ­dias sociais.

– O Google Meu NegĂłcio oferece informaçÔes sobre a empresa, compartilhamento de novas informaçÔes para os usuĂĄrios, ĂĄrea para comentĂĄrios que podem ser respondidos e gerenciados, alĂ©m de um mini-analytics para analisar os insights da presença online. AlĂ©m disso, permite a integração com o Google Ads Express.

– Trata-se de uma importante ferramenta para colocar um pequeno negĂłcio local na internet, impulsionando as vendas na loja.

Usando Remarketing DinĂąmico

– Um dos temas mais aguardados do encontro dizia respeito ao Remarketing DinĂąmico, que foi apresentado pelo LĂ­der de AnĂĄlises de Produto do Google, Gustavo Jeuken.

– Inicialmente, Gustavo apresentou uma visĂŁo geral do Remarketing DinĂąmico e como as empresas podem se beneficiar deste recurso dos Links Patrocinados. Em resumo, ele complementa os anĂșncios com extrema relevĂąncia, melhorando a performance e aumentando o ROI.

– Como implementar o Remarketing DinĂąmico em uma campanha de Links Patrocinados? Inicialmente, Ă© necessĂĄrio ter uma conta no Google Merchant Center, inserindo todas as informaçÔes do feed de produtos. ApĂłs isto, basta interligar o Merchant Center com o Google Ads, e inserir a tag do Remarketing no website. AlĂ©m da tag padrĂŁo do Remarketing, deve-se incluir tambĂ©m os atributos ou parĂąmetros customizados (tais como ecomm_pagetype e ecomm_totalvalue).

– Para obter os melhores resultados ao anunciar produtos por intermĂ©dio do Remarketing DinĂąmico, foram passadas algumas dicas:

  • Utilizar todos os tamanhos de anĂșncios grĂĄficos;

  • Sempre utilizar Links Patrocinados de texto, uma vez que alguns sites sĂł exibem anĂșncios de texto;

  • Possuir todos os produtos no feed de dados;

  • NĂŁo utilizar Location Targeting e nem Language Targeting, melhorando o alcance dos anĂșncios;

  • Utilizar anĂșncios em HTML5, e nĂŁo somente em Flash.

– Para ajudar o algoritmo do Remarketing DinĂąmico a ser mais eficiente, alguns passos que o anunciante deve tomar:

  • Usar a rotação de anĂșncio focada em conversĂŁo (isto significa mostrar o melhor anĂșncio para o melhor usuĂĄrio);

  • Sempre usar a entrega de anĂșncio padrĂŁo, em vez da acelerada.

– As listas de Remarketing devem ser divididas conforme as etapas do funil de conversĂŁo. – Um exemplo apresentado mostrou as seguintes listas configuradas para uma campanha:

* UsuĂĄrios que entraram somente na Home;

* UsuĂĄrios que acessaram Categorias;

* UsuĂĄrios que visualizaram Produtos especĂ­ficos;

* UsuĂĄrios que adicionaram produtos ao Carrinho, mas nĂŁo compraram;

* UsuĂĄrios que compraram os produtos.

– Finalizando, foram transmitidas algumas dicas para lidar com possĂ­veis problemas encontrados em uma campanha de Remarketing DinĂąmico, tais como corrigir problemas relacionados com as tags utilizando o Tag Assistant, e verificar se as listas estĂŁo sendo populadas de acordo com o esperado.

Resolução de Problemas Relacionados a Políticas do Google Ads

– Por que foram criadas as polĂ­ticas de publicidade do Google Ads? Segundo Rafaela Nicolazzi, Especialista em PolĂ­ticas de Publicidade Ads, elas existem para que usuĂĄrios, anunciantes e o prĂłprio Google fiquem satisfeitos com a publicidade. Por esta razĂŁo, elas sĂŁo aplicadas por meio da revisĂŁo dos anĂșncios, dos sites e das contas.

– Em seguida, ela deu alguns passos para resolver problemas relacionados Ă  reprovação dos anĂșncios, o que inclui considerar o e-mail enviado pelo Google com o motivo da reprovação. Para enviar o anĂșncio para revisĂŁo, basta editĂĄ-lo ou utilizar o formulĂĄrio para solicitação de revisĂŁo. O prazo mĂĄximo do Google para revisĂŁo dos Links Patrocinados Ă© de 1 dia Ăștil. Quando o problema for encontrado no site do anunciante, o prazo mĂĄximo Ă© de 3 dias.

– Uma conta pode ser suspensa em decorrĂȘncia de diversas violaçÔes das polĂ­ticas de publicidade nos anĂșncios ou no site. Por esta razĂŁo, o anunciante nĂŁo pode se dar ao luxo de investir em Google Ads apostando em tentativa e erro. É preciso conhecer as polĂ­ticas de publicidade evitando problemas maiores no futuro, tais como ter a conta suspensa.

– Para denunciar anĂșncios que violem as polĂ­ticas do Google Ads deve-se utilizar o formulĂĄrio para denĂșncia, e sempre identificar o site apontado por meio da URL do anĂșncio do google.com. Ou seja, nĂŁo se deve utilizar a URL do site, mas sim a URL do anĂșncio em questĂŁo.

– Finalizando sua palestra, ela deu dicas para quem tem um e-commerce e nĂŁo quer ter problemas com as polĂ­ticas de publicidade ao anunciar no Google. Os problemas mais recorrentes encontrados em e-commerces podem ser evitados seguindo-se estas dicas:

  • possuir um modelo de negĂłcios claro para os visitantes;

  • garantir que os dados dos usuĂĄrios sejam mantidos confidenciais;

  • especificar termos e condiçÔes, e polĂ­ticas de retorno;

  • sempre verificar se o site estĂĄ funcionando sem erros de navegação.

Consumidor Hiper Conectado, Hiper Informado e Hiper Mobilizado

Consumidor hiper conectado– A Ășltima palestra do Encontro da Comunidade do Ads 2014 foi de Claudia Sciama, Diretora de Varejo Brasil. Ela destacou a jornada do consumidor multi-canal e as oportunidades do digital.

– Com o surgimento da internet, mudou-se completamente a maneira de consumirmos, de comprarmos, de buscarmos informação. A democratização da tecnologia aponta tais mudanças como um processo irreversĂ­vel. A troca de informaçÔes Ă© cada vez mais rĂĄpida, e em perĂ­odos mais curtos. O varejista nĂŁo consegue acompanhar a revolução tecnolĂłgica.

– No Brasil, quase metade da população tem acesso a internet. AlĂ©m disso, sĂŁo 280 milhĂ”es de linhas mĂłveis ativas. Mais da metade das pessoas acessam a internet pelo smartphone. Isto contribui para o crescimento do showrooming – ato do usuĂĄrio em acessar a internet pelo smartphone dentro das lojas, avaliando o produto de seu interesse e comparando preço com outras lojas.

– Um dos desafios das agĂȘncias publicitĂĄrias Ă© verificar se seus clientes possuem sites otimizados para dispositivos mĂłveis. Afinal, segundo apresentado na palestra, apenas metade dos maiores sites de varejistas no Brasil estĂĄ com site otimizado para celulares.

– Varejistas precisam se adequar Ă  nova realidade do consumidor hiper-conectado. Hoje, no Brasil, sĂŁo 40 milhĂ”es de pessoas conectadas em trĂȘs telas. E as pesquisas apontam que o offline Ă© profundamente influenciado pelo online. Empresas com negĂłcios apenas locais tiveram aumento no ROI de 2 a 14% ao criar campanhas de Links Patrocinados.

Concluindo

– O EscritĂłrio do Google em SĂŁo Paulo reuniu grandes nomes da publicidade do Google Ads, nos dias 26 e 27 de Agosto de 2014, e trouxe um conteĂșdo de excelente qualidade para seus participantes. A CLINKS reafirma sua honra em ter sido convidada para este evento. O Encontro da Comunidade do Ads oferece uma inestimĂĄvel oportunidade de se manter atualizado com o que hĂĄ de novo no mercado dos Links Patrocinados, e de firmar rico networking com outros importantes nomes da publicidade digital.

Copyright © ClinksÂźïž - Google Ads Partner PREMIERđŸ„‡. AgĂȘncia Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas MĂŁos de Especialistas.