Retrospectiva Google Ads 2018 | 🥇Clinks ®️

Retrospectiva Google Ads 2018

07/01/2019 Por: na Categoria Retrospectiva com 0 e 10
Home > Blog > Retrospectiva > Retrospectiva Google Ads 2018

Acompanhe, em ordem cronológica, todos os lançamentos, atualizações e novidades sobre Links Patrocinados na Retrospectiva Google Ads 2018.

O ano de 2018 esteve repleto de novidades para os profissionais do marketing digital, especialmente no universo dos Links Patrocinados. Novos recursos e atualizações de ferramentas foram divulgadas para ajudar empresas a atingirem suas metas de marketing. Conforme você verá abaixo, a segunda metade do ano foi responsável pela maioria das novidades.

Então, vamos entrar no túnel do tempo. Acompanhe agora, em ordem cronológica, todos os lançamentos, atualizações e novidades na Retrospectiva Google Ads 2018.

Janeiro

O ano iniciou com o anúncio da criação do Aprenda Com o Google. Trata-se de um curso online que ajuda anunciantes e consultores de web marketing a usar as campanhas de aplicativos no Google Ads. Assim, todos os recursos e dicas para extrair o máximo proveito das campanhas de aplicativos são ensinados para ajudar empresas a expandir seus negócios.

Fevereiro

Em Fevereiro, o Google Ads reforçou suas políticas para revendedores de ingressos para eventos. Sob as novas diretrizes, exige-se que todos os revendedores de ingressos para eventos sejam certificados. Estas empresas devem prezar pela transparência. Isso dá aos usuários mais clareza sobre o revendedor e o custo total desses ingressos, incluindo as taxas associadas.

Em meados de fevereiro, no Mobile World Congress, em Barcelona, o Google Ads anunciou o Speed Scorecard para dispositivos móveis. Trata-se de uma ferramenta que permite ao anunciante comparar a velocidade do seu site mobile com outras empresas.

Março

Foi lançado o Shopping Actions – uma solução voltada para varejistas de todo o mundo. Ele funciona como um sistema de compra por voz, semelhante ao existente na Amazon. Mas o sistema vai além. Seu objetivo é criar um sistema de compras universal. No Shopping Actions, os anunciantes não pagam por cliques ou impressões, mas por vendas (pay-per-sale).

As criptomoedas são moedas virtuais que utilizam um sistema de criptografia. Por não ser uma moeda regulamentada, diversas fraudes são aplicadas. Por este motivo, o Google Ads atualizou suas políticas de publicidade referentes a serviços financeiros. Isto inclui a Proibição de Anúncios de Criptomoedas. As restrições abrangem negociações criptografadas, câmbios e carteiras de criptomoedas e aconselhamento sobre negociação de criptomoedas.

Google Ads comunica que disponibiliza para o YouTube, o público-alvo de intenção personalizada. Com este recurso, é possível exibir anúncios no YouTube para pessoas que pesquisaram recentemente na busca do Google Search pelos produtos ou serviços oferecidos pela empresa. Esta é uma forma desenvolvida para ajudar clientes indecisos a tomar a ação de compra com a ajuda dos vídeos.

Abril

É apresentado o TrueView For Reach. Trata-se de um formato de vídeo que oferece maior flexibilidade, unindo a opção de escolha do usuário com a simplicidade do lance CPM. Ele está otimizado pelo aprendizado de máquina do Google. Com isto, está programado para alcançar um público maior, de modo mais eficiente.

Junho

Em Junho, o Google passa a exibir anúncios responsivos na rede de pesquisa. Este formato de Link Patrocinado é ajustado para exibir mais texto do que os anúncios tradicionais, e com maior relevância para os usuários.

O Google AdWords foi rebatizado sob uma nova marca: Google Ads. Outras ferramentas da família Google foram reunidas e reorganizadas. Com isso, nasceu o Google Marketing Platform e o Google Ad Manager.

Smart Campaign é a primeira solução lançada sob a nova marca, Google Ads. Trata-se de uma solução desenvolvida especialmente para pequenas empresas que não possuem uma equipe de marketing. Nesta campanha, a maior parte do processo de criação e otimização dos anúncios é automatizada por meio do aprendizado de máquina.

Google lança uma suíte de criação para YouTube que permite testar e avaliar diferentes elementos dos anúncios em vídeo. São eles: Video Experiments, Video Creative Analytics e YouTube Director Mix.

Julho

É lançado o Relatório Por Loja. Agora, é possível avaliar as visitas presenciais a cada uma das lojas físicas do anunciante. O Relatório Por Loja apresenta uma estimativa de quantas visitas presenciais você receberá em cada uma de suas lojas. Também mostra outras ações de conversão locais, como ligações telefônicas, solicitações de rotas e pedidos.

Google Ads cria parceria com empresas que oferecem soluções de análises. É formado o Google Measurement Partners – um programa que ajuda empresas a medir seus esforços de publicidade. Isto inclui métricas como visibilidade, alcance, mix de marketing, aumento das vendas, e muito mais.

Em Julho tivemos, pela primeira vez, a menção do Google Signals. O Google Signals é um recurso do Analytics que permite avaliar não somente dados do seu público-alvo, mas também dados agregados de usuários anônimos do Google. Isto dá uma visão mais holística do público que as empresas desejam alcançar.

Agosto

Para ter uma visão completa da jornada de conversão dos seus clientes à medida que eles interagem com seu site em diferentes dispositivos, Google Ads e Analytics lançam o Relatório de Dispositivos Diferentes. Com eles, as interações em dispositivos diferentes são apresentadas de forma unificada. Isto contribui para uma visão completa da viagem de conversão dos clientes.

Em Agosto, foram lançados os relatórios de desempenho dos anúncios de pesquisa responsivos. O objetivo é ajudar os anunciantes a descobrir quais são as melhores combinações de títulos e descrições.

Ainda relacionados aos anúncios responsivos, o Google Ads lançou em Agosto o Indicador de Força de Anúncio. É uma ferramenta que apresenta a relevância e possível impacto dos anúncios à medida que eles são criados pelo analista de Links Patrocinados. A ferramenta ainda apresenta sugestões para você criar um anúncio campeão.

Google Ads anuncia a substituição dos Anúncios Responsivos pelos Anúncios Gráficos Responsivos para o segundo semestre de 2018. Assim, os anúncios gráficos responsivos se tornam a opção padrão para a Rede de Display.

Google Ads adiciona Cartões de Resumo com recursos de edição na página Visão Geral de sua plataforma. Com esta atualização, os cartões de resumo não estão limitados a apenas apresentar dados. Agora, é possível realizar mudanças e ajustes diretamente nos cartões de resumo.

Setembro

Setembro iniciou com uma atualização das políticas de publicidade. Desta vez, o alvo foram as diretrizes referentes a suporte técnico de terceiros. Isto se deu por causa do aumento de golpes a partir de Links Patrocinados para este tipo de serviço. Por isso, o Google Ads anunciou um programa de verificação para garantir que apenas serviços legítimos de suporte técnico sejam veiculados nos Links Patrocinados. Desta forma, somente empresas checadas pelo Google aparecerão no mecanismo de busca.

Quer saber quais são as páginas de destino com melhor e pior desempenho nos anúncios dinâmicos da rede de pesquisa (DSAs)? Um novo relatório do Google Ads apresenta estas informações para você. Ele foi batizado como Relatório de Páginas de Destino dos Anúncios Dinâmicos da Rede de Pesquisa. Com ele, é possível analisar as principais métricas de desempenho de cada uma de suas páginas de destino.

Em Setembro, as variações da correspondência exata foram novamente atualizadas no Google Ads. Com isso, esta correspondência inclui variações com o mesmo significado, tais como palavras e paráfrases implícitas.

Necessidade dos clientes de visualizar maiores detalhes dos produtos faz com que Google Ads invista mais no uso de imagens. Entra em cena o carrossel de produtos na Rede de Display e Google Imagens. O carrossel de produtos do Google Shopping é ativado para exibição quando o usuário clica na imagem principal do anúncio.

Os anúncios de demonstração (também conhecidos como Showcase) passam a permitir a exibição de vídeos publicitários. Os vídeos são exibidos, em destaque, na parte superior dos produtos agrupados.

Você anuncia sua empresa por meio de vídeos publicitários no YouTube? Em Setembro, o Google Ads passou a oferecer os vídeos verticais. O objetivo é fornecer uma tela maior para aproveitar todo o espaço disponível na tela dos dispositivos móveis.

Google Ads comunica que as estratégias de lances conhecidas como Lances Inteligentes (Smart Bidding) foram estendidas para incluir leilões nos sites parceiros de pesquisa.

Empresas que utilizam campanhas somente chamadas e extensões de chamada tiveram uma novidade em setembro. O relatório de chamadas destes formatos publicitários tornou-se disponível para ativação no nível da conta. Assim, com uma única configuração, todas as campanhas relacionadas passam a ter o relatório de chamada ativado.

Outubro

O Google Ads reconheceu a necessidade de copiar, de maneira rápida e fácil, as preferências de colunas da experiência anterior para sua nova experiência. Isto ficou evidente nesta atualização disponibilizada em Outubro.

Novos credenciamentos MRC foram alcançados pelo Google Ads. Isto inclui métricas para anúncios em vídeo no YouTube, publicidade em computadores e dispositivos móveis (tais como os anúncios para aplicativos). Com isso, a plataforma de publicidade dá maiores garantias para as empresas anunciantes de que suas métricas de análise são realmente confiáveis.

Ainda em Outubro, o Google adicionou novas características às extensões de local no YouTube. Isto inclui exibir os próximos horários de filmes e apresentações em cinemas e teatros. Além disso, os novos elementos permitem exibição dos próximos horários de voos.

Uma nova categoria de dispositivos foi disponibilizado para campanhas no Google Ads: são os dispositivos que transmitem conteúdo de TV, como consoles de videogames e Chromecasts. Assim, as campanhas podem ser criadas e personalizadas de duas formas: pela criação de publicidade específica para este tipo de tela, bem como pelos ajustes de lances para estes dispositivos.

Dois novos relatórios foram disponibilizados para as páginas de destino de campanhas veiculadas em dispositivos móveis. Com eles, os anunciantes conseguem acompanhar novas métricas, tais como: pontuação de velocidade, taxa de cliques em páginas otimizadas para mobile, taxa de cliques em páginas AMP válidas, e muito mais.

Google Ads realizou ajustes nas métricas de atribuição para TrueView For Action. Dois aspectos foram atualizados. O primeiro deles se refere ao tempo de ação para contabilização de um engajamento, que caiu de 30 para 10 segundos. O segundo aspecto envolve as conversões que passam a ser contabilizadas quando o cliente realizar uma ação no vídeo dentro de 3 dias após a contabilização do “Engajamento”.

As extensões de mensagem exibidas nos dispositivos móveis receberam novas funcionalidades. São elas: encaminhamento de e-mail, resposta automática e conversões nos relatórios.

Os anunciantes que avaliam as visitas à loja física passam a entender melhor quantas dessas visitas são de clientes novos ou clientes recorrentes. Com estas informações, a empresa consegue aplicar seus investimentos no público que está gerando mais receitas para sua loja.

A Ferramenta de Diagnóstico e Visualização de Anúncios recebeu novos recursos, em Outubro. Agora, os anunciantes conseguem enxergar, de forma mais clara, quem está realmente vendo seus anúncios e os motivos pelos quais Links Patrocinados não estão sendo visualizados.

Novembro

Empresas que anunciam nos Links Patrocinados contam com um complemento que auxilia a economizar tempo na geração de relatórios. Trata-se do complemento do Planilhas. Com ele, os dados são atualizados com facilidade diretamente no Planilhas com alguns cliques. Após isso, os relatórios vinculados são preenchidos de forma automática. Portanto, é hora de dizer adeus ao tedioso processo diário de baixar, copiar e colar dados nas planilhas.

As classificações de vendedor não são mais exibidas de acordo com avaliações globais. A partir de novembro, elas estão focadas em avaliações locais. Isto significa que as avaliações disponíveis nos anúncios são de pesquisadores do país local. Ou seja, as classificações que você visualizar referem-se somente às avaliações realizadas no Brasil.

Anteriormente, no Google Ads, o anunciante criava primeiramente a campanha, e somente depois definia suas metas. Mas, em novembro houve um ajuste no fluxo de trabalho para criação das campanhas. Portanto, agora o anunciante insere primeiramente as metas e, somente depois, define o tipo de campanha e opções.

Google Ads introduziu 4 novas métricas referentes às posições dos anúncios. São elas: Impr. (topo absoluto), Impr. (topo), QI de pesquisa (topo absoluto) e QI de pesquisa (topo). Assim, com estes ajustes, é possível ter uma visão mais clara sobre onde exatamente os anúncios estão sendo exibidos no Search.

Ainda em Novembro, o Google divulgou o conjunto de anúncios (pods) do YouTube. O conjunto de anúncios do YouTube são vídeos publicitários agrupados em dupla, exibidos em sequência durante um vídeo mais longo. Assim, o usuário é impactado por dois anúncios antes de assistir ao vídeo escolhido por ele. O objetivo deste formato é diminuir o número de interrupções publicitárias em vídeos mais longos.

A família dos Lances Inteligentes (Smart Bidding) ganhou um novo membro. Trata-se da Parcela de Impressões Desejada. Este tipo de estratégia de lances atua para que seu anúncio seja exibido em uma destas 3 posições: primeira posição, parte superior do Google, e primeira página do Google.

Os anúncios de demonstração do Google Shopping foram inicialmente criados para serem exibidos em pesquisas mais genéricas. No entanto, anúncios de demonstração estão sendo exibidos em pesquisas mais específicas. Assim, eles atingem clientes que estão um pouco mais abaixo no funil de conversão.

Dezembro

Em nossa Retrospectiva Google Ads 2018, chegamos ao último mês do ano. Dezembro iniciou com a divulgação de uma nova extensão de chamadas à ação (call-to-action) para anúncios em vídeo. Ela foi desenvolvida especialmente para anunciantes, cujo objetivo principal não é aumentar cliques e conversões, mas que estão mais preocupados em melhorar o reconhecimento de sua marca.

Foi lançado a Prospecção Dinâmica Com Feeds de Produtos para a Rede de Display. Neste novo recurso, é utilizado o feed de produtos para exibir os produtos mais relevantes de acordo com as interações dos usuários com o Search e Rede de Display. Assim, o Google identifica as buscas relacionadas aos produtos que sua empresa oferece para uma exibição mais relevante.

Ainda para a Rede de Display, foi criado um controle deslizante que auxilia as empresas a ajustar o alcance do seu público-alvo. Com este controle, é possível aumentar ou diminuir o alcance do público e verificar quais são as estimativas de impressão dos anúncios.

Em vez de pagar por cliques e impressões, a Rede de Display permite que os anunciantes optem pelo pagamento por conversões. Assim, utilizando esta opção, o anunciante paga somente quando o usuário realiza uma conversão no site ou aplicativo, nunca efetuando um pagamento maior do que o custo por ação desejado (CPA).

Concluindo

Com esta Retrospectiva Google Ads 2018 vimos os principais lançamentos e atualizações para os Links Patrocinados no ano que passou. Não foi pouca coisa, não é verdade? Assim, manter-se em dia com tantas novidades não é fácil.

Por isso, convidamos você a fazer parte da nossa lista de assinantes. Assim, você receberá em seu e-mail notificações sobre quaisquer novidades lançadas pelo Google Ads em 2019.

Portanto, esteja sempre à frente de sua concorrência. Conheça em primeira mão as atualizações do Google Ads que afetam diretamente os seus negócios.

Copyright © Clinks®️ - Google Ads Partner PREMIER🥇. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.