Ascensão do Mobile Anuncia Fim de Links Patrocinados Para Desktop?

Será Que a Ascensão do Mobile Anuncia o Fim dos Links Patrocinados Para Computadores

08/02/2017 Por: na Categoria Mobile com 0 e 7
Home > Blog > Mobile > Será Que a Ascensão do Mobile Anuncia o Fim dos Links Patrocinados Para Computadores

Com o constante crescimento do mobile, será que estamos perto de abandonar a segmentação para computadores em nossa publicidade online?

Mobile– A todo instante, pessoas recorrem ao Google em busca de informações. Com o desenvolvimento do mobile, cada vez mais os usuários têm utilizado os dispositivos móveis para realizarem suas pesquisas. Segundo divulgado em 2015, em 10 países, o número de buscas no Google a partir de dispositivos móveis já era superior às pesquisas em computadores desktop. E isto representou (e continua representando) uma ótima oportunidade para profissionais de marketing desenvolverem suas estratégias publicitárias pensando neste público sempre crescente.

– Na prática, o que isto significa para as empresas que anunciam nos Links Patrocinados do Google Ads, bem como em outros segmentos do marketing digital? Será que estamos perto de abandonar o alvo dos computadores ao segmentar nossa publicidade online?

O Papel dos Aplicativos

– Não é apenas o número de dispositivos móveis que tem crescido. O tempo que as pessoas passam em seus aparelhos mobile também aumenta a cada ano. Esses dados, por si só, podem transmitir a ideia de que talvez esteja na hora de abandonar estratégias publicitárias voltadas para computadores.

– No entanto, é preciso ter em mente alguns detalhes muito relevantes. De acordo com algumas pesquisas, a vasta maioria do tempo gasto em celulares está relacionado ao uso de aplicativos, e não à pesquisa. Embora seja possível criar campanhas de Links Patrocinados focadas em aplicativos, sabemos que a maioria das visitas recebidas pelas empresas anunciantes origina-se em anúncios na pesquisa, bem como em outros sites da Rede de Display.

– Ignorar campanhas focadas para o público usuário de computadores provavelmente significará perder amplas oportunidades.

Dispositivos Cruzados

dispositivos-cruzados– Deve-se também levar em consideração a jornada do consumidor pelo funil de conversão. Algumas pesquisas, bem como análises de relatórios do Google Ads, atestam que um cruzamento entre diferentes dispositivos (computadores, smartphone, tablets) é percebido em grande parte das conversões.

– Especialmente em compras onde o tempo de análise é maior (como na compra de um carro ou um imóvel), o consumidor costuma utilizar mais de um dispositivo em sua jornada de conversão. Além disso, quando falamos de alguns tipos de conversão, como na contratação de um serviço financeiro, a quantidade de dados solicitados do consumidor é muito grande (maior do que a presente na compra de um simples produto, por exemplo). Nestes casos, a necessidade de preenchimento de diversos campos faz com que finalizar o processo em um desktop seja muito mais cômodo.

– Em outras palavras, isto nos mostra que o usuário pode iniciar o processo de pesquisa e compra em um dispositivo, mas finalizar em outro. E isto, por si só, é motivo suficiente para manter campanhas do Google Ads especialmente criadas e direcionadas para os computadores.

Estratégias Variadas Para Públicos Diferentes

– Ao desenvolver uma estratégia de Links Patrocinados, a agência digital leva em consideração as intenções de pesquisa e navegação de um usuário que utiliza um dispositivo móvel ou um computador. Assim, não se pode ignorar o papel desempenhado pelos dispositivos e suas respectivas tecnologias.

– É verdade que somos apresentados constantemente a novos comportamentos das pessoas que integram nosso público-alvo. E grande parte delas são altamente suscetíveis às novas tecnologias, novos hábitos de pesquisa e consumo. Mas nunca devemos subestimar o poder de aquisição dos consumidores tradicionais.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.