Taxa de CTR de 200% - É Realmente Possível? | Clinks

Taxa de CTR de 200% – É Realmente Possível?

27/11/2012 Por: na Categoria Dicas com 0 e 1
Home > Blog > Dicas > Taxa de CTR de 200% – É Realmente Possível?

Como se explica um CTR de 200% em algumas contas do Google Ads?

– O Click Through Rate (CTR) é uma métrica importantíssima para se avaliar o desempenho de uma campanha de Links Patrocinados. Visto que se trata do número de impressões dividido pelos cliques recebidos em um anúncio, quanto maior este número, melhor será para o Índice de Qualidade de suas campanhas.

– Que um número expressivo no CTR é satisfatório para qualquer anunciante, disto não há dúvida. A dúvida começa a surgir quando o valor do CTR passa a ser estratosférico, próximo de uma utopia. Ao redor do mundo, não são poucos os anunciantes que passaram pela situação de se depararem com CTRs que chegam alcançar os 200%. A pergunta é: como isso é possível? Um CTR de 200% indicaria que para cada impressão de um Link Patrocinado, dois cliques são efetuados. Isto é possível ou se trata de um erro interno do sistema do Google Ads?

Como Se Explica Um CTR de 200%?

– Antes de qualquer afirmação, vamos considerar três situações. Estas se baseiam exclusivamente no comportamento do usuário:

1-) O usuário visualiza um Link Patrocinado, e clica no mesmo. Após chegar a Página de Destino, ele clica no botão “Voltar”, retornando aos resultados da pesquisa. Depois de avaliar os outros resultados, ele acaba clicando novamente no mesmo anúncio patrocinado. Temos aqui uma impressão, e dois cliques.

2-) O usuário clica em um Link Patrocinado, porém, com a tecla CTRL pressionada. Isto faz com que uma outra janela ou aba seja aberta, enquanto a tela com os resultados de pesquisa se mantém intacta. Acidentalmente, o usuário fecha a Página de Destino, e retorna à página dos resultados, clicando outra vez no mesmo anúncio. Novamente, uma impressão e dois cliques.

3-) O anunciante utiliza Sitelinks. O usuário pode clicar no anúncio principal (talvez mantendo o CTRL pressionado) e, posteriormente, em um Sitelink.

– Esta possibilidade pode não convencer alguns anunciantes. Por quê? Segundo o método utilizado pelo Google Ads para identificar cliques inválidos, vários detalhes são examinados tais como: a hora do clique, o IP da máquina, além de outras técnicas de detecção e filtragem. Posto isto, as três situações acima poderiam cair por terra.

– No entanto, é preciso avaliar algumas declarações do Google Ads sobre o tópico Tráfego Inválido, tais como:

“Tráfego Inválido refere-se a cliques e impressões de anúncios do Ads que suspeitamos não resultarem de um interesse genuíno por parte dos clientes”

– O Google Ads talvez não classifique os 3 comportamentos descritos acima como sendo um clique inválido, porque os mesmos podem indicar que um usuário está pesquisando um produto: ele entra em uma Página de Destino, sai, avalia outras páginas e, por fim, decide que a primeira é a melhor. Esta atitude poderia ser classificada como “interesse genuíno” do cliente. E não um “clique inválido”.

O Que Fazer Diante de Uma Taxa de CTR “Estranha”

– Se por acaso se deparar com um CTR superior a 100% e suspeitar que está sendo prejudicado, poderá entrar em contato com o suporte do Google Ads na página Resolução de Problemas de Cliques Inválidos.

– Independentemente do valor anormal do CTR ser em razão do comportamento do usuário ou uma falha do Google Ads, a suspeita exigirá de sua parte, no mínimo, uma investigação.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.