Quem São os Usuários Digitais e o Que Esperam de Sua Empresa | Clinks

Quem São os Usuários Digitais e o Que Esperam de Sua Empresa

18/07/2016 Por: na Categoria Nunca anunciou no Google, Otimização com 0 e 13
Home > Blog > Nunca anunciou no Google > Quem São os Usuários Digitais e o Que Esperam de Sua Empresa

Você deseja que seu público-alvo o conheça. Mas tão importante quanto é saber: quem é seu público? E o que ele espera de sua marca?

– Usuários cada vez mais tecnológicos tornam-se mais centralizados nos meios digitais para buscar informações, se divertir e realizar suas compras. Com a disponibilidade da internet em smartphones e tablets, eles acessam a web prontamente, tão somente desperte neles o desejo ou a necessidade de alguma informação. E a facilidade gera concorrência e exigência.

– Quem é este usuário? O que ele espera das marcas e empresas? E o que sua empresa pode fazer para atender à necessidade deste público?

Consumidores Querem Conteúdo

consumidores querem conteúdo– Ser digital envolve oferecer muito, muito conteúdo. E de qualidade. É isto o que os usuários buscam. O conteúdo de qualidade pode estar disponível em formato de textos, vídeos, imagens ou mesmo em uma apresentação. De qualquer forma, o conteúdo deve informar e/ou entreter. A expectativa média de atenção dos usuários é muito pequena, por isso o conteúdo precisa ser valioso, impactante e envolvente.

– Na prática, qual o benefício colhido por empreendedores que compreendem o papel central do conteúdo de qualidade em uma estratégia digital? O conteúdo potencializa a exposição de uma empresa, melhora sua reputação, e contribui para clientes mais informados e satisfeitos. Quando o cliente entra no funil de conversão, o conteúdo tem papel determinante. Deixar de oferecer conteúdo de qualidade pode fazer com que o usuário abandone o processo, por falta de informação, confiança e engajamento.

Consumidores Querem Uma Relação Relevante

Relação redes sociais– Existem canais apropriados para manter uma relação eficiente com os clientes. Isto pode ser conseguido, por exemplo, por meio de canais das mídias sociais. A empresa precisa compreender como se comunicar com seu público por meio das redes sociais. Isto envolve não apenas o conteúdo que será compartilhado, mas também a atenção que será dada aos usuários, tempo de resposta e solução de problemas. Estar em uma rede social é como se mudar para outro país: você precisa adotar a cultura local. Não há como impor sua cultura aos consumidores. Você precisa se adaptar ao relacionamento já existente nestes meios digitais.

– Além disso, estratégias de e-mail marketing, quando bem coordenadas, são bastante eficazes para aprofundar a relação dos clientes com sua marca. O que precisa ser levado em consideração? A frequência com que os e-mails são enviados, a segmentação das listas para que o conteúdo interesse ao destinatário, bem como a capacidade de personalizar a comunicação.

Consumidores São Mobile

– O usuário não está mais preso a fios. Quando ele se desconecta do computador no trabalho ou em casa, o contexto passa a ser de extrema importância. Onde ele está agora? Está no supermercado com seu filho? Talvez na frente de uma vitrine, consultando se há o mesmo produto com preço mais acessível nas imediações? Ou está sentado na poltrona, assistindo TV, enquanto procura na web o produto que acaba de ver em um anúncio, durante uma partida de futebol?

– Em todos estes casos (e em uma infinidade de outros) o usuário está em seu dispositivo móvel. O que você precisa fazer para que este usuário encontre você quando estiver precisando de uma solução que sua empresa oferece?

– O Google possui estratégias de publicidade voltada exclusivamente para dispositivos móveis. Isto envolve ser encontrado pelo usuário quando ele fizer uma pesquisa por seus produtos ou serviços no Google mobile. Além disso, permite que sua marca seja encontrada pelas pessoas certas por meio de campanhas publicitárias de texto, imagens e vídeo em aplicativos.

Consumidor mobile– O cenário mobile ainda exige mais. Seu site também precisa estar otimizado para mobile. Entre outras coisas, é preciso cuidar da velocidade de carregamento das páginas. A Amazon percebeu, segundo divulgado pela própria empresa, que a cada décimo de segundo que uma página demora pra carregar no celular, as vendas caem 1%.

– Conclusão: seu usuário quer encontrá-lo ao fazer pesquisas em dispositivos móveis. E tão importante quanto, a experiência dele tem de ser a melhor possível. Eles estão focados em resultados, e esperam conseguir o que desejam de forma simples e rápida.

– Experimente agora fazer uma pesquisa por produtos ou serviços oferecidos por sua empresa, em seu smartphone. Sua empresa foi encontrada facilmente? Se a resposta for não, você precisa de uma estratégia urgente para reverter esta situação.

Consumidores Querem Encontrar Soluções Imediatamente

consumidor era digital– Apesar da importância do e-mail e das redes sociais, a principal fonte de tráfego dos websites continua sendo os mecanismos de buscas. A empresa precisa compreender a necessidade de combinar estratégias de conteúdo, mídias sociais, e-mail marketing e pesquisa para impulsionar a visitação em seu website.

– Por isto, o Google desenvolveu o sistema de publicidade dos Links Patrocinados. Como mencionado, ele consiste na capacidade de exibir anúncios de sua empresa somente quando o usuário precisar de você. Não há desperdício de investimento em publicidade que o usuário não presta atenção. No Google Ads, o marketing é direcionado para pessoas que precisam de você, naquele exato momento.

– Além disso, por anunciar no Google é possível mensurar seus investimentos. Saiba onde, quando e como seus clientes visitam seu site e realizam uma conversão.

– Após este contato inicial (resultando em venda ou não), todas as outras plataformas de web marketing terão uma quantidade maior de dados para trabalhar. Por exemplo, levando os visitantes até uma página com um formulário (seja para processo de compra, download de um e-book, assinatura de newsletter, etc) você construirá uma base para suas campanhas de e-mail marketing. Diferentes páginas visitadas e diferentes ações apontam para variados níveis no processo de conversão. Com base nisso, você consegue segmentar suas listas de e-mail para entregar mensagens personalizadas e adaptadas aos interesses dos usuários.

Por Que Isso é Importante?

– Considerar quem é o usuário que uma empresa deseja converter em cliente deve fazer parte do processo de planejamento de marketing. Por quê? Sem isso, o usuário não terá uma experiência agradável e é pouco provável que complete as etapas de conversão.

– Muitas empresas querem se reinventar, mas, na prática, não sabem como. Um plano de ação estratégica é crucial. E esteja certo que todo o universo publicitário do Google Ads poderá ajudá-lo a atender seus clientes de forma mais eficiente e lucrativa.

– Se seu cliente está navegando na web, sua empresa também precisa estar. Se seu cliente está pesquisando no Google, sua empresa precisa estar ali. Deixar de evoluir junto com as pessoas significa, em outras palavras, deixar de satisfazer suas necessidades. E isto resulta em um impacto negativo sobre a empresa e em oportunidades de negócio perdidas.

Copyright © Clinks - Google Partner PREMIER. Agência Certificada Google Ads.

Seus Links Patrocinados Nas Mãos de Especialistas.