Estrutura de um post: Como fazer do jeito certo

Um post ou artigo com uma boa estrutura envolve cuidar de cada elemento como título, introdução, corpo do texto e conclusão. Neste artigo, veja como estruturar seus artigos da forma certa.

Escrever textos otimizados para SEO passa pela necessidade de desenvolver artigos atraentes para o público-alvo.

Afinal, textos legíveis e amigáveis tornam a leitura fácil e prazerosa para as pessoas que visitam seu site.

No entanto, para chegar neste ponto, você precisa estruturar os posts da forma correta. Mas o que está envolvido nisso?

Antes de começar a escrever

Antes de colocar as ideias no papel, você precisa fazer uma pesquisa das palavras-chave ou termos principais que seu público-alvo está procurando. Utilizar estas palavras e sinônimos no título e também no conteúdo do post ajuda a ranquear o artigo no Google, além de tornar a leitura mais amigável.

Nesta hora, muitos web writers recorrem ao Planejador de Palavras-chave do Google. Mas, visto que esta ferramenta é mais voltada para textos de anúncios no Google Ads, é interessante utilizar outras opções focadas na pesquisa orgânica.

Para te ajudar, criamos uma lista com as principais ferramentas gratuitas de pesquisa de palavras-chave.

Como estruturar posts

Primeiramente, vamos apresentar a estrutura básica de um artigo. Depois, vamos dar dicas adicionais que você deve levar em consideração na hora de escrever blog posts.

Título

O título de um post é o primeiro contato que os usuários têm com sua página. Pode ser comparado com um cartão de visitas, com a home page ou com a fachada de uma loja física.

Sem dúvida, o título é um dos principais elementos da estrutura de um blog post. Ele permite que os leitores saibam do que se trata a página antes mesmo de ler o artigo.

Além disso, o título é o principal chamariz para que o site receba cliques no Google. Portanto, na hora de escolher um título para seu post, capriche na escolha de cada palavra. Já que o espaço para títulos é limitado é preciso escolher cada palavra com muito cuidado.

Visando informar os usuários sobre o conteúdo do artigo, inclua a palavra-chave no título – de preferência, no início.

Para saber mais:

Introdução

Ok, o leitor viu seu post no Google, gostou do título e clicou no link. Agora o desafio é outro: fazer com que o usuário leia o artigo.

Claro, todos os elementos da estrutura de um blog post são importantes aqui, do título à conclusão. Mas para captar e prender a atenção dos leitores você precisa de uma boa introdução.

De acordo com um estudo divulgado pela Time, as pessoas perdem a concentração em menos de 10 segundos.

Isto significa que temos pouco tempo para prender a atenção de uma pessoa e a introdução é essencial para sermos bem-sucedidos neste desafio.

Mas, existem alguns elementos que ajudam a criar introduções chamativas:

  • Estatísticas;
  • Citações;
  • Frases controversas;
  • Estudos de caso;
  • Desafios com os quais os leitores se identifiquem.

Embora isto seja válido para toda a estrutura de um post, procure eliminar palavras fracas e desnecessárias das frases de introdução. Ou seja, nada de ficar divagando ou, no bom português, “enrolando linguiça”.

Seja objetivo, direto e utilize palavras impactantes.

Subtítulos

Subtítulos servem para organizar o conteúdo em tópicos. Com eles, fica mais fácil encontrar aquilo que precisamos. Portanto, subtítulos são elementos essenciais no processo de estruturar posts.

Você pode escolher a forma como vai montar a hierarquia dos subtítulos:

  • Temáticos: organizando os subtítulos por assuntos.
  • Cronológico: começando do mais antigo para o mais novo. Veja um exemplo neste artigo sobre a história da Inteligência Artificial.
  • Problema e solução: comece citando os problemas e depois mostre como solucioná-los.

Além disso, um detalhe importante tem a ver com as palavras-chave. Sabemos que utilizar a palavra-chave no título é importante para legibilidade e para fazer SEO. E o mesmo pode ser dito sobre os subtítulos. Portanto, utilize as palavras-chave principais nos subtítulos do seu artigo. Sim, o Google gosta disso.

Mas não exagere na otimização. Afinal, se você usar as palavras-chave em todos os subtítulos, o artigo soará desnatural. E isto é ruim para a leitura. Lembre-se: o objetivo é fazer um texto amigável e prazeroso de ser lido.

Conclusão do post

Existem diversas formas de concluir um artigo, dependendo do conteúdo do post. Mas, de modo geral, o objetivo é um só: manter o leitor engajado.

Por isso, você precisa dar ao leitor a oportunidade de continuar no seu site ou realizar alguma ação específica antes de partir.

Incluir botões de chamada à ação (CTA) ou links para outras páginas, incentivar comentários ou pedir para compartilharem o artigo são boas opções.

Para saber mais:

Dicas adicionais para um bom post

O que vimos até aqui é a estrutura básica de um post. Mas, além do que foi mencionado, existem alguns pontos que você precisa prestar atenção na hora de escrever artigos.

Portanto, confira estas dicas adicionais.

Use imagens

Sem dúvida, imagens são úteis para transmitir informação, além de ser visualmente impactantes.

Por exemplo: pense em um infográfico. Você não concorda que é muito melhor ler dados e estatísticas em um infográfico do que se fossem colocados em um longo parágrafo?

Mas, ao mesmo tempo, precisamos ter em mente que as imagens devem ter uma razão para serem usadas. Ou seja, elas devem ser usadas de forma estratégica. Não seria bom que as imagens aparecessem em um artigo apenas para bater cartão.

Se forem úteis, se adicionarem informação, então, use-as!

Para saber mais:

Organize a estrutura com um sumário

Se voltar ao início deste artigo, verá que utilizamos um sumário para facilitar a navegação dos usuários. Isto tem a ver com montar uma boa estrutura de um post.

Mas, você não precisa utilizar sumários em todos os artigos. Eles são especialmente úteis em artigos que contenham listas ou que sejam longos (tais como Guias Completos). Nestes casos, os sumários facilitam a vida dos leitores.

Otimize o comprimento do artigo

Artigos bons precisam de qualidade. E isto inclui abranger a totalidade do assunto.

Por isso, o Google não vê com bons olhos artigos com menos de 300 palavras.

Ao mesmo tempo, artigos muito longos e desorganizados podem assustar os usuários. Por isso, é preciso equilíbrio na hora de determinar o comprimento ideal para os posts.

Para um bom ranqueamento no Google, o ideal é que o artigo tenha 1000 palavras ou mais. Mas, isto pode variar dependendo do seu objetivo de marketing.

Para saber mais:

Revise, edite, confira, corrija e reavalie

Este subtítulo já diz tudo. Parte do trabalho de um web writer é reservar um tempo para revisar os artigos.

Uma dica importante: em vez de começar a revisão assim que concluir o artigo, dê um tempo. Afaste-se algumas horas do texto e somente depois volte para a revisão.

Além disso, outras técnicas que ajudam no processo de revisão:

  • Imprimir o artigo e revisar no papel;
  • Ler o texto em voz alta;
  • Deixar que outra pessoa faça o trabalho de revisão. Afinal, muitas vezes, nossos olhos não conseguem enxergar erros que são óbvios para outros.

Boa estrutura, leitores satisfeitos

Quando pensamos na estrutura de um post, estamos prestando atenção a uma etapa essencial de uma estratégia de SEO. Assim, com um artigo bem estruturado, fica mais fácil para o Google entender do que se trata. E, evidentemente, com um conteúdo organizado, os usuários apreciam a leitura.

Portanto, reserve um tempo para estruturar seus posts e artigos da forma correta. Seu público-alvo e o Google agradecem!

Se precisar de orientação, podemos ajudá-lo a desenvolver a estratégia de content certa para sua empresa.