ROAS Desejado: O que é? Como definir estes lances?

09/09/2021 by in category Custos, Dicas with 0 and 1
Home > Blog > Custos > ROAS Desejado: O que é? Como definir estes lances?

O que é ROAS? Como ele funciona? Além disso, como definir ROAS realistas em suas campanhas? Descubra as respostas neste artigo.

No Google Ads, o ROAS faz parte das estratégias de lances inteligentes.

Neste artigo, você vai saber mais sobre esta estratégia e como ela pode afetar o desempenho dos seus anúncios.

O que é ROAS Desejado

ROAS é definido como o valor médio que você quer receber a cada R$ 1 investido em anúncios no Google. É uma opção que otimiza os lances por maximizar o valor da conversão. Esta estratégia é mais utilizada por e-commerces. Sua sigla significa Retorno do Investimento em Publicidade (em inglês).

Anteriormente, o ROAS era uma estratégia de lances exclusiva que funcionava de forma independente das demais.

No entanto, com o tempo, o Google passou a definir duas metas principais de desempenho: Conversões e Valor da Conversão. Neste momento, diferentes lances foram agrupados em uma mesma estratégia.

Assim, a estratégia Maximizar o Valor da Conversão passou a incluir a opção de um ROAS desejado opcional.

ROAS desejado definição

Como funciona o ROAS Desejado

O ROAS depende da inteligência do Google e seu aprendizado de máquina.

Funciona assim:

Em primeiro lugar, você configura o acompanhamento de conversões e informa o valor de conversão que deseja alcançar. A partir daí, o Google Ads analisa leilões e diversos sinais em tempo real para prever futuras conversões.

Em seguida, o Google define um lance de CPC, tendo como objetivo maximizar o valor da conversão e fazer com que você alcance o retorno sobre seu investimento.

Por exemplo, se você definir um ROAS de 400% (R$ 4,00 de retorno sobre cada real investido), o Google Ads vai ajustar seus lances de forma automática procurando alcançar este objetivo.

Requisitos para usar o ROAS

Existem alguns requisitos para utilizar o ROAS e eles podem variar dependendo da campanha.

  • Rede de Display: pelo menos 15 conversões nos últimos 30 dias em todas as suas campanhas juntas. Para novas campanhas, não há mais necessidade de ter um histórico de conversões.
  • Campanhas para apps: pelo menos 10 conversões por dia ou 300 conversões em 30 dias. Além disso, você precisa instalar o SDK do Analytics para Firebase.
  • Discovery: pelo menos 75 conversões em 30 dias, mas é preciso que 10 dessas conversões tenham acontecido nos últimos 7 dias.

Atingindo estes requisitos, o Google Ads consegue fazer previsões mais apuradas, já que possui um histórico de conversões.

7 dicas para usar o ROAS

1. ROAS não faz mágica

Embora a própria definição de ROAS seja muito atraente, esta estratégia não faz mágica.

Assim, se as campanhas não são boas, o Google não vai conseguir atingir o ROAS desejado. Da mesma forma, se o site ou os produtos forem ruins, também vai ser muito difícil atingir este alvo.

Portanto, você precisa ter campanhas, site e produtos de qualidade para otimizar o valor da conversão com o ROAS.

2. Não defina um valor muito alto

Se você definir um ROAS muito alto, você pode prejudicar suas campanhas.

Isto acontece porque o ROAS pode influenciar no seu tráfego e número de conversões. Como estamos falando em valor de conversão, o Google Ads pode deixar de entregar seus anúncios em buscas relevantes se elas não atingirem os altos valores de conversão que você definiu.

3. Escolha o ROAS com base em dados históricos

A melhor forma de definir um ROAS realista é conferir seu histórico de valor de conversão. Mas, vale destacar que você precisa analisar o histórico das campanhas onde você deseja aplicar o ROAS.

Assim, você define valores de conversão com o pé no chão.

4. Use regras de valor da conversão

Nem todas as conversões são iguais. Assim, é bem provável que algumas conversões tenham maior valor para você.

Neste caso, é possível ajustar os valores de conversão de acordo com tipos de clientes, localização geográfica e dispositivos.

Assim, estas regras ajustam o valor da conversão de acordo com algumas condições (por exemplo, aumentar em 10% o valor para pessoas em Porto Alegre).

5. Defina limites de lances

Nas estratégias de lances de portfólio você pode conseguir definir um teto de CPC. Assim, você escolhe um valor máximo ao tentar atingir seu valor de conversão.

Para isso, siga estes passos:

  1. Clique em Ferramentas e Configurações.
  2. Em Biblioteca Compartilhada, clique em Estratégias de Lances.
  3. Em seguida, clique no botão de + para adicionar uma estratégia e escolha ROAS Desejado.
  4. Dê um nome para a estratégia e selecione a campanha.
  5. Finalmente, clique em Opções Avançadas e defina seus limites de lances.

limite de lance para ROAS Desejado

6. Use lances de CPA para descobrir ROAS

Em alguns casos específicos, talvez seja melhor começar com o CPA.

Este é o caso das campanhas para apps – você pode começar com lances de CPA Desejado antes de migrar para ROAS. Isto é importante para você descobrir um ROAS de referência e não prejudicar o volume de tráfego e conversões em suas campanhas.

7. Leve em consideração o período de aprendizado

Quando você migra de uma estratégia de lances para outra, em especial de uma manual para uma inteligente, o Google entra em processo de aprendizado.

Durante este período, é normal acontecerem grandes oscilações no número de tráfego e receitas.

Por isso, muita cautela: é preciso analisar se você possui uma estrutura para aguentar alguns dias sem lucros (sim, as receitas de algumas campanhas chegam a zero durante o período de aprendizado).

Se estiver receoso em fazer mudanças e perder dinheiro, você precisa da consultoria de uma agência Google Partner. Portanto, entre em contato com a gente para aproveitar seu investimento em Google Ads da melhor forma possível.

Saiba usar o ROAS

Esta opção da estratégia Maximizar o Valor da Conversão pode ajudar você a aproveitar melhor seu investimento.

Mas é importante lembrar que ela não faz mágica. Se você tem problemas em sua campanha, site ou produtos, o ROAS não pode salvá-lo.

Mas se usar dados históricos de valor de conversão para definir seu ROAS Desejado é provável que o Google consiga atingir este alvo.

Mas sempre destacando que mudanças nas estratégias de lances fazem com que campanhas entrem em fase de aprendizado o que pode oscilar o desempenho dos anúncios durante alguns dias.