Palavras-chave com baixo volume de pesquisa: vale a pena anunciar?

11/12/2020 by in category Google Ads, Palavra-chave with 0 and 1
Home > Blog > Google Ads > Palavras-chave com baixo volume de pesquisa: vale a pena anunciar?

Palavras-chave com baixo volume de buscas são muitas vezes ignoradas pelos profissionais de marketing. Assim, saiba o que considerar na hora de decidir se deve usar ou não estas palavras para segmentar suas campanhas.

O sonho de consumo de profissionais de marketing de pesquisa é encontrar palavras-chave com as seguintes características:

  • Grande volume de buscas
  • Alta taxa de conversão
  • Baixa competitividade

Sim, faz todo o sentido do mundo desejar encontrar termos assim. Mas precisamos ser realistas: eles são muito raros.

Afinal, quando falamos em palavras-chave com grande volume de buscas e conversão estamos, invariavelmente, diante de termos onde a concorrência é muito grande.

Claro, seus concorrentes também sabem que estas palavras são rentáveis e obviamente vão atrás delas.

Mas neste guia queremos chamar a atenção para outros termos: as palavras-chave com baixo volume de buscas.

Mas, a questão é: será que você, profissional de marketing ou anunciante, deve criar campanhas e grupos de anúncios usando palavras-chave com baixo volume de buscas?

O que é volume de buscas?

Quando você utiliza o Planejador de Palavras-chave do Google, ele apresenta uma métrica chamada Média de pesquisas mensais. Ela mostra o número médio de pesquisa da palavra-chave.

Mas, lembre-se que esta média leva em consideração as configurações de local e idioma.

palavras-chave com baixo volume de buscas

Por isso, se você anuncia somente em um estado no Brasil, lembre-se de selecionar este local na ferramenta.

Assim, você tem a estimativa certa de volume.

No entanto, palavras-chave pouco usadas pelas pessoas são consideradas como tendo um volume de buscas baixo.

Por exemplo, uma palavra com 300 buscas mensais vai ter em média 10 buscas por dia. Em um cenário muito competitivo, dividindo a tela com outros resultados, isto pode significar passar dias sem receber um único clique.

Quando baixo volume é sinônimo de bons negócios

Mas, talvez você conclua de imediato que palavras-chave com baixo volume de buscas não são um bom negócio.

Mas isso nem sempre é verdade.

Afinal, palavras com baixo volume de buscas são geralmente ignoradas pela concorrência.

E exatamente por isso elas podem ser um excelente negócio para você.

Portanto, criar campanhas focadas em palavras com baixo volume de buscas pode ser uma boa pela concorrência menor.

Além disso, se conseguir identificar palavras rentáveis neste meio, você pode estar diante de uma mina de ouro.

Use Variantes Aproximadas para abrir leque de palavras-chave

Se você atua em um nicho de mercado, é possível que muitas palavras-chave do seu ramo sejam pouco usadas.

Mas, mesmo nestes casos, você pode ampliar o alcance dos seus anúncios fazendo bom uso das correspondências de palavras-chave.

Com as variantes aproximadas você consegue criar correspondências entre as suas palavras e as pesquisas semelhantes realizadas pelo seu público.

Isto significa que as variantes aproximadas reduzem a necessidade de criar listas repletas de palavras-chave exatas para alcançar as pessoas certas.

Como decidir se vale a pena anunciar palavras-chave com baixo volume de buscas

Mas, na hora de decidir se vale a pena anunciar palavras-chave com baixo volume lembre-se do seguinte:

  • Você não aparece sozinho. Não importa quantas vezes a palavra é pesquisada por dia, lembre-se que há outros resultados, orgânicos e patrocinados, disputando a atenção das pessoas.
  • Você não aparece todas as vezes. Visto que há outros anunciantes, pode ser que seu anúncio não apareça em algumas buscas.
  • Leve em consideração sua taxa de cliques (CTR) média. De cada 100 vezes que seu anúncio aparece, quantos cliques você recebe? Com esta métrica, calcule quantos cliques em média seu anúncio vai receber.
  • Calcule sua taxa de conversão. De cada 100 cliques, quantas conversões você consegue? Isto varia bastante dependendo do setor. Por isso, você precisa conhecer sua taxa de conversão para descobrir quantos cliques seus anúncios precisam para gerar uma venda.

Dito isso, vamos considerar um exemplo simples.

Neste exemplo, vamos supor que a taxa de CTR seja 5% e a taxa de conversão de 2%. Além disso, vamos partir da ideia de que seu anúncio vai aparecer em 70% das vezes (ou seja, a cada 10 vezes que alguém pesquisar pela palavra, você vai aparecer 7 vezes).

Volume de buscas mensaisNúmero de vezes que seu anúncio apareceTaxa de cliquesTaxa de conversão
300070% = 2100 impressões5% = 105 visitas2% = 2,1 vendas
200070% = 1400 impressões5% = 70 visitas2% = 1,4 venda
80070% = 560 impressões5% = 28 visitas2% = 0,56 venda

Ou seja, no último cenário, com um volume de 800 buscas mensais (e considerando as taxas mencionadas), a empresa precisaria de dois meses para realizar uma venda com esta palavra-chave.

No entanto, melhorando a qualidade das suas campanhas, você pode aumentar a taxa de cliques e conversão.

Agora é com você

Agora, o que você precisa fazer é utilizar as métricas do seu ramo de negócio e calcular quantas pesquisas são necessárias para você fechar uma venda.

Ao fazer isso, portanto, leve em consideração aquilo que mencionamos: algumas palavras podem ter um baixo volume de pesquisa. Mas exatamente por isso são pouco concorridas.

Assim, pode ser que, entre elas, você encontre palavras altamente rentáveis para seu negócio.

Mas, se precisar de mais informações sobre esta forma de segmentar anúncios, confira o guia completo de palavras-chave que preparamos para você!