Funil de conversão no YouTube: Como criar vídeos para cada etapa da jornada de compras?

23/11/2021 by in category Rede de Display, Vídeo Marketing with 0 and 3
Home > Blog > Rede de Display > Funil de conversão no YouTube: Como criar vídeos para cada etapa da jornada de compras?

Quais são as etapas na jornada de compras no YouTube? Que tipo de vídeos você pode criar para cada uma destas etapas?

A jornada de compra dos consumidores está fragmentada em diversos momentos. Criar valor para uma marca depende, em grande parte, de compreender a intenção por trás destes momentos.

E isto inclui compreender a jornada de compra no YouTube.

Quais são as etapas de conversão dentro do YouTube? Que tipo de vídeos você pode criar para cada uma destas etapas?

Como criar um funil de vendas no YouTube

Vamos analisar as etapas da funil de conversão no YouTube e entender quais os tipos de anúncios em vídeo você deve criar para cada uma delas.

1. Conhecimento (Topo do funil)

Neste momento, o cliente não sabe muito bem qual é a necessidade ou problema dele. Pode ser que ele nunca tenha ouvido falar sobre sua empresa.

Assim, você precisa ajudar o cliente a perceber a necessidade dele. Seus vídeos tem um objetivo: educar, não vender.

Tipos de vídeo para topo de funil:

  • Vídeos informativos: explicam o conceito sobre sua área. Por exemplo, se você possui uma carteira de criptomoedas, crie um vídeo explicando o que são criptomoedas.
  • Vídeos que apresentam um problema: neste caso, seus clientes ainda não sabem que possuem um problema. Assim, você precisa conscientizá-los disso. Por exemplo, criando um vídeo que explica como aprender um novo idioma pode ajudar um profissional a ganhar mais.

2. Consideração (Meio de funil)

Neste momento, o cliente já está ciente do problema e começa a considerar as soluções. As buscas das pessoas refletem este interesse.

Nesta etapa da jornada, é importante que você mostre porque seu produto ou serviço é a melhor solução para os problemas dos clientes.

Tipos de vídeo para meio de funil:

  • Vídeos tutoriais: explicam como seu produto ou serviço funciona.
  • Vídeos unboxing: tipo de vídeo que consiste em desembalar um produto e comentar as primeiras impressões sobre ele. Pessoas que assistem vídeos de unboxing são mais propensas a realizar uma conversão.

3. Decisão (Fundo de funil)

Aqui o cliente tomou a decisão de comprar. Por isso, o foco dos vídeos é o produto. Seu grande desafio é mostrar porque seu produto ou serviço é melhor que o do concorrente. Apresente os diferenciais da sua solução, como funcionalidades exclusivas, preço, garantia e assim por diante.

Tipos de vídeo para fundo de funil:

  • Vídeos demonstrativos: este é parecido com os vídeos tutoriais do meio de funil. No entanto, você pode destacar as características e diferenciais em relação às soluções dos concorrentes.
  • Vídeos de depoimentos: nestes vídeos, você mostra clientes reais avaliando seu produto ou serviço. Neste formato, a voz dos clientes agregam valor à sua marca.

Dicas ao criar conteúdo para cada estágio de conversão no YouTube

Construa seu público

Não adianta criar vídeos de meio e fundo de funil se o seu público é muito pequeno.

Assim, você precisa construir uma boa base de público. E, neste respeito, os vídeos de conhecimento e conscientização (topo de funil) são a melhor solução.

Portanto, vá atrás das palavras-chave de cauda longa e procure alcançar pessoas que talvez ainda nem saibam que possuem um problema ou nem conheçam sua empresa.

Rastreie os interesses do público-alvo

Para que você consiga criar o vídeo certo para cada estágio de conversão no YouTube, é preciso conhecer seu público.

Isto significa que você precisa ir além de dados demográficos, como sexo e idade. Na verdade, é preciso identificar as dores e desejos no momento de cada busca.

Por isso, neste contexto, você prioriza a intenção, e não somente a identidade dos clientes.

Por isso, ao criar vídeos publicitários no YouTube é essencial mapear as necessidades e perguntas do público-alvo de modo a apresentar aquilo que eles estão procurando, ao mesmo tempo em que se alcança os objetivos da empresa.

Deixe claro do que se trata o vídeo

Claro que, independentemente de você anunciar no YouTube ou aparecer nos resultados orgânicos, você precisa de títulos chamativos que descrevem exatamente o que o cliente precisa. Os thumbnails também são importantes para esta finalidade.

Sem dúvida, títulos descritivos e o conteúdo do thumbnail fazem toda diferença na hora do clique.

Além disso, capriche na descrição. Ela desempenha um papel importante na hora do seu vídeo aparecer entre os resultados no YouTube, Google.com e outros buscadores.

Seja encontrado no YouTube

Não basta criar o vídeo certo para o momento certo. Além disso, você precisa garantir que seus clientes encontrem seus vídeos quando estiverem em cada uma das etapas do funil de conversão no YouTube.

Para conseguir isso, você precisa anunciar no YouTube com o Google Ads. Com esta estratégia, você se certifica de alcançar o público-alvo nos momentos certos, de acordo com a intenção dele.

Por exemplo, é possível criar uma campanha para pessoas que estão em busca de um tutorial sobre um produto, e outra campanha para consumidores que estão prontos para comprar este produto.

Assim, dependendo de cada estágio em que o cliente se encontra, você exibe o vídeo certo para ele.

O Google Ads permite criar campanhas até mesmo para impactar clientes quando estiverem assistindo seus vídeos favoritos. De acordo com o contexto de cada espectador, é possível elaborar sinais que vão disparar anúncios relevantes no YouTube.

Portanto, saiba mais detalhes sobre como anunciar no YouTube.

Concluindo

Em tempos de mudanças constantes e abruptas na forma das pessoas interagirem com o conteúdo digital, é preciso que as empresas ofereçam conteúdo relevante para cada pessoa.

E isto inclui apresentar vídeos personalizados de acordo com o estágio de conversão da pessoa no YouTube.