Campanhas Para Apps: As melhores práticas para atingir bons resultados

09/06/2021 by in category Anúncios, Mobile with 0 and 1
Home > Blog > Anúncios > Campanhas Para Apps: As melhores práticas para atingir bons resultados

Quer otimizar suas campanhas de aplicativos e gerar mais resultados? Confira 7 dicas para criar campanhas para apps de sucesso.

O mercado de apps é muito competitivo. Mas aplicando as melhores práticas é possível alcançar um público bem maior no seu país ou em todo o mundo.

Com as dicas neste artigo, você vai conseguir:

  • Criar boas campanhas para apps no Google.
  • Ampliar seus negócios usando o aplicativo da sua empresa.
  • Otimizar campanhas que estão rondando no momento.

Assim, se você já tem uma campanha para apps rodando e quer melhorar os resultados, este artigo é para você.

Além disso, se você quer começar sua primeira campanha com o pé direito, vamos analisar as principais dicas em diversas áreas.

7 dicas para fazer uma campanha para apps de sucesso

1. Selecione a meta certa

A escolha da meta é fundamental para criar uma campanha de apps de sucesso. Afinal, esta escolha vai orientar o tipo de campanha e quais pessoas o Google Ads vai impactar.

Assim, pergunte-se: como meu aplicativo gera lucros? Existem empresas que lucram com compras no aplicativo. Outras dependem de assinaturas. E ainda há casos de apps que rentabilizam com anúncios.

Além disso, alguns apps combinam estas diferentes formas de obter lucros.

2. Escolha a campanha com cuidado

Uma vez que você definiu sua meta, fica mais fácil escolher a campanha certa para seu negócio.

Desta forma, você consegue atingir as pessoas mais propensas a realizar a ação que você espera delas no seu app.

Uma escolha incorreta e você pode dizer ao Google para ir atrás das pessoas erradas.

As campanhas para apps do Google Ads focam 2 frentes:

  • Instalação
  • Ação no aplicativo

Além disso, existem campanhas intermediárias que combinam esses objetivos, como instalação avançada.

Mas é claro que uma campanha focada em ação no aplicativo também vai atrás de instalação. Afinal, ela vai buscar usuários propensos a realizar uma ação no aplicativo, incluindo aqueles que ainda não instalaram o app.

Por isso, não se recomenda rodar estas diferentes campanhas ao mesmo tempo. Afinal, elas acabam competindo entre si.

3. Rastreie e atribua ações com precisão

Rastrear as campanhas é essencial para quem quer aumentar o número de instalações, gerar mais vendas e assinaturas no aplicativo.

É verdade que, quando você tem a meta de instalação, o Google Play faz grande parte do trabalho pesado.

Mas, se o seu objetivo vai além da instalação, você precisa trackear eventos. Estes eventos são os passos que uma pessoa dá desde a 1ª vez que usa o aplicativo até a conversão.

Por isso, escolha a opção certa para trackear o impacto das campanhas.

Google Play: é a solução de acompanhamento mais simples. Afinal, ela não depende de código e tem a vantagem de ser gratuita. No entanto, ela é limitada por não oferecer suporte para iOS. Além disso, esta solução foca as campanhas de instalação.

Firebase: muitos chamam esta solução de “o Google Analytics dos aplicativos”. De fato, é uma ferramenta poderosa e completa para acompanhar os impactos das campanhas para instalação e ação. Com ela, você consegue acompanhar o desempenho de aplicativos Android e iOS. Além disso, o Firebase é gratuito.

SDK de terceiros: estas também são soluções de acompanhamento completas. Por não serem de propriedade do Google, você consegue acompanhar as conversões de outras redes de publicidade, como os anúncios do Facebook. No entanto, estas soluções não são gratuitas.

Portanto, pensando nas melhores práticas das campanhas para apps, você pode utilizar o Firebase para acompanhar instalações a ações no aplicativo, e um SDK de terceiro para entender a atribuição.

4. Escolha o evento mais importante nas campanhas de ação

Otimizar o desempenho das campanhas para apps depende de escolher o evento de conversão valioso para seu negócio.

Quando faz isso, o Google inicia uma busca para encontrar outras pessoas com potencial de realizar esta ação.

Assim, se você focar em compras no app, o Google vai tentar encontrar usuários com grande probabilidade de realizar esta conversão em seu aplicativo.

5. Defina orçamentos e lances de forma estratégica

Para aumentar o número de instalações, compras e assinaturas em seu aplicativo, você precisa olhar para o orçamento de forma estratégica.

Por isso, nas campanhas de instalação, é bom que o orçamento diário seja, pelo menos, 50x o valor do CPI. Assim, se o CPI desejado for de R$ 1,50, defina um orçamento de R$ 75, no mínimo.

Nas campanhas para gerar ação nos apps, é recomendado ajustar o orçamento para 10x o valor do CPA.

No entanto, nunca aumente ou diminua o orçamento em mais de 20% de uma única vez. Do contrário, a inteligência do Google pode entrar em aprendizado do zero. Além disso, faça estes ajustes a cada 7 dias.

Quanto às estratégias de lances que você vai selecionar:

  • Instalação: CPI ou Maximizar Conversões
  • Ação: CPA

6. Ajude a inteligência do Google

Para que o aprendizado de máquina trabalhe mais rápido a seu favor, é recomendado que campanhas de instalação tenham 300 instalações em 30 dias – uma média de 10 instalações por dia.

No entanto, nas campanhas para gerar ação, recomenda-se pelo menos 10 eventos no aplicativo por dia.

Caso você ainda não esteja alcançando os 10 eventos diários, é melhor começar com uma campanha de instalação avançada. Mas, após conseguir os 10 eventos, você pode migrar para uma campanha para gerar ação.

7. Use as recomendações de recursos

É possível melhorar o desempenho de campanhas para apps simplesmente seguindo as recomendações do Google Ads.

Uma delas envolve utilizar os recursos ou criativos disponíveis, ou seja, texto, imagem, vídeo e HTML5. Afinal, com isso fica mais fácil alcançar todos os inventários.

Outro detalhe é seguir as recomendações do Google sobre a quantidade de recursos:

  • Títulos: de 2 a 5.
  • Descrições: de 1 a 5.
  • Vídeos: 20.
  • Imagens: 20.
  • HTML5: 20.

Assim, se conseguir atingir estes tetos, melhor.

Importante: a partir de 15 de Setembro de 2021, as imagens precisam obrigatoriamente estar nas proporções 1,91:1, 1:1 ou 4:5. Recursos de imagens que não estiverem nestas proporções deixarão de aparecer. Além disso, arquivos de imagem GIF não são mais aceitos e serão removidos dos grupos de anúncios.

Além disso, use os grupos de anúncios para organizar os recursos das campanhas para aplicativos.

Concluindo

Estas são algumas das boas práticas para otimizar o desempenho dos aplicativos, aumentando instalações, assinaturas, compras e outras conversões importantes.

Vale destacar que uma agência que obteve a Certificação em Apps Google Ads demonstra domínio na criação de campanhas que geram resultados.

Portanto, entre em contato se precisar de ajuda para levar suas campanhas de apps para um nível superior.