Como escolher bons nomes para suas campanhas no Google Ads

16/08/2021 by in category Campanhas e Campanhas Avançadas, Dicas with 0 and 3
Home > Blog > Campanhas e Campanhas Avançadas > Como escolher bons nomes para suas campanhas no Google Ads

Confira a importância de escolher bons nomes para suas campanhas de Google Ads. Além disso, veja algumas dicas para nomear suas campanhas de uma forma que facilite seu trabalho.

Quando um analista de Links Patrocinados cria campanhas no Google Ads, pode ser que ele dê pouca importância ao nome das campanhas.

Mas isso seria um erro.

Neste artigo, você vai entender a importância de escolher nomes para as campanhas do Google Ads. Além disso, veja algumas dicas para nomear suas campanhas da melhor maneira.

Por que o nome das campanhas é tão importante?

Em primeiro lugar, é bom destacar que o nome das suas campanhas não interfere na posição em que seus anúncios aparecem no Google, nem no lance e muito menos no índice de qualidade.

Assim, você talvez se pergunte: então, por que preciso me preocupar com o nome das campanhas?

Visão geral rápida e filtro de dados

Ao passo que o número de campanhas aumenta você pode ter dificuldades em encontrá-las. Afinal, você pode ter campanhas com anúncios de texto na rede de pesquisa, vídeos no YouTube, banners na Rede de Display e assim por diante.

Quando você analisa relatórios de campanhas ou faz o download delas, pode ser um desafio gigantesco encontrar o que você procura e entender o que você está vendo.

Por isso, escolher bons nomes para as campanhas ajuda a organizar a conta e otimizar seu tempo.

boas práticas ao nomear campanhas do Google Ads

Assim, você encontra o que procura em um piscar de olhos!

Vários analistas acessando a conta

É comum diversos analistas acessarem uma conta no Google Ads. Usar nomes que são prontamente compreendidos facilita todo o processo de gestão das campanhas.

Quando o nome das campanhas se torna um problema

Se você está começando no Google Ads, o trabalho de escolher bons nomes para as campanhas pode até ser relativamente fácil.

No entanto, o problema costuma acontecer em duas situações:

  • Você já criou centenas de campanhas e está tendo dificuldades em gerenciá-las por causa de nomes pouco explicativos.
  • Você assumiu uma conta que era gerenciada por outra agência de Links Patrocinados e a organização dos nomes das campanhas está bem ruim.

Uma situação comum é quando os analistas usam as sugestões de nomes de campanhas do próprio Google Ads. Aí temos diversas campanhas com nomes padrão como “Sales-Search-2”.

Portanto, não importa se você está começando a criar as campanhas ou se precisa revisar o nome delas, as dicas abaixo podem te ajudar nesta tarefa.

7 dicas para escolher bons nomes para suas campanhas no Google Ads

1. Escolha nomes que funcionem para você

Não importa qual regra utilize, se ela funciona para você, se ela torna seu trabalho mais fácil e fluente, então, esta é a melhor escolha.

No entanto, se a nomenclatura das suas campanhas não estão funcionando, as demais dicas talvez sejam de ajuda.

2. Quando relevante, use local, dispositivos, idiomas e assim por diante

Se você separa suas campanhas por locais, então, esta nomenclatura pode ser útil.

Assim, fica mais fácil gerar e analisar relatórios quando se precisa considerar os locais onde as campanhas estão rondando.

Da mesma forma, se você tem campanhas específicas para cada dispositivo, rodando em outros idiomas e assim por diante, você pode incluir estes elementos ao dar nome para as campanhas no Google Ads.

A rede onde a campanha está rondando também é muito importante. De fato, por padrão, o Google Ads inclui a rede na sugestão de nome da campanha.

E, claro, se você anuncia mais de um produto, exiba os nomes deles nas campanhas.

3. Inclua o estágio do funil

Se você utiliza diferentes campanhas para cada estágio do funil de conversão, você pode incluir isso no nome da campanha.

Por exemplo, para uma campanha de topo de funil, você poderia usar algo como “T Funil – Search – iPhone 11”.

No entanto, no caso de campanhas para fundo de funil, você poderia usar “F Funil – Search – iPhone 11”.

4. Use nomes autoexplicativos

Por que isso é importante? Porque se você conceder acesso a outras pessoas para gerenciar sua conta, elas vão conseguir entender do que se trata a campanha somente pelo nome.

Por exemplo, se um analista se deparar com uma campanha nomeada “Vendas – Search – 3”, é provável que ele não saiba do que se trata. Neste caso, ele vai precisar abrir a campanha, olhar os anúncios e grupos de anúncios – e talvez até as palavras-chave – para identificar que produto esta campanha está vendendo.

5. Coloque as informações importantes no nome

Se somarmos todas as dicas acima, talvez tenhamos nomes de campanha parecidos com esses:

“iPhone 12 – T Funil – YouTube – São Paulo”

O importante é que quando você bata os olhos no nome da campanha, você consiga identificar os detalhes mais importantes sobre ela, por exemplo, produto, estágio do funil, rede, localização e assim por diante.

6. Cuidado com nomes longos

É verdade que estamos falando em incluir os detalhes mais importantes no nome da campanha.

Mas cuidado para não ir ao extremo e usar nomes muito longos. Isto evita que os nomes apareçam truncados. Assim, prefira nomes com no máximo 50 caracteres.

7. Siga um padrão

Procure seguir o padrão que você desenvolveu para nomear suas campanhas. Seja consistente e siga a ordem das palavras e caracteres.

Assim, você vai ver que o processo para dar nomes para as campanhas fica muito mais fácil. Talvez você até consiga fazer isso de forma automática.

Por exemplo, digamos que você use o padrão [Rede – Local – Produto]. Neste caso, os nomes das campanhas poderiam ser “Search – São Paulo – iPhone 11”. Outra campanha, “Rede de Display – Rio de Janeiro – iPhone 12”, e assim por diante.

Escolha bons nomes para as campanhas e otimize seu tempo

É bom enfatizar que não existe um jeito certo de nomear as campanhas. O que existe é a forma que funciona para você.

No entanto, se os nomes das suas campanhas estão te dando dores de cabeça, as dicas acima podem te ajudar a nomeá-las de um jeito que fica fácil gerar e entender relatórios.

Assim, você encontra os dados que precisa em um piscar de olhos e se concentra na análise, em vez de perder tempo tentando encontrar as campanhas.