Cuidado com a coluna Tipo de Correspondência no Google Ads

12/01/2022 by in category Palavra-chave with 0 and 1
Home > Blog > Palavra-chave > Cuidado com a coluna Tipo de Correspondência no Google Ads

Uma rápida olhada na coluna Tipo de Correspondência pode levar o anunciante a tirar conclusões erradas. Entenda o porquê.

O sucesso ao anunciar no Google depende de analisar dados e relatórios. Mas é preciso tomar cuidado. Afinal, se analisados de forma descuidada, alguns relatórios podem confundir o anunciante.

Neste artigo, vamos ver um problema que costuma acontecer com a coluna Tipo de Correspondência.

Em alguns casos, as informações que o Google oferece nesta coluna são mal interpretadas pelos anunciantes. E isto pode gerar confusão e até prejudicar futuras estratégias de correspondências de palavras-chave.

Para isso, vamos primeiro recapitular a diferença entre palavra-chave e termos de pesquisa.

Diferença entre correspondência de palavra-chave e termos de pesquisa

Correspondência da Palavra-chave: é a correspondência que você escolhe para suas palavras-chave, ou seja, ampla, frase e exata. Com base nestas correspondências, o Google Ads consegue entender o grau de precisão que você espera obter entre as palavras que escolheu e os termos de pesquisa que os clientes usam para pesquisar seus produtos.

Correspondência de termo de pesquisa: é o termo exato que o cliente usou e que disparou seu anúncio.

Coluna “Tipo de Correspondência”: O problema

Quando acessamos o relatório de palavras-chave, temos a opção Termos de pesquisa.

Este é o relatório que você acessa para verificar quais foram as palavras que dispararam seus anúncios.

A confusão pode surgir ao verificar a coluna Tipo de Correspondência.

coluna tipo de correspondência

A correspondência descrita nesta coluna não é a Correspondência da Palavra-chave que você escolheu ao criar seu anúncio. Mas alguns anunciantes pensam que sim. E é justamente aí que acontece o problema.

Na verdade, a coluna “Tipo de correspondência” mostra o grau de proximidade entre sua palavra-chave e o termo de pesquisa que acionou seu anúncio.

Por exemplo, você adiciona a palavra-chave “Tênis Nike Vermelho” como Ampla. Em seguida, uma pessoa pesquisa por “Tênis Nike Vermelho”. Neste caso, a coluna Tipo de Correspondência vai mostrar a correspondência Exata. Por que isso acontece? Porque o termo de pesquisa correspondeu exatamente à palavra-chave que você escolheu. Assim, neste exemplo, independentemente de qual seja a correspondência que você escolheu, a coluna Tipo de Correspondência vai mostrar Exata.

Portanto, se você olhar de forma rápida para este relatório, pode ser induzido a pensar que a palavra-chave que ativou este anúncio era Exata.

Como usar a coluna Tipo de Correspondência de forma prática?

O objetivo desta coluna é dizer aos anunciantes: “esta é a correspondência que ativou seu anúncio”. E não: “esta é a correspondência que você escolheu”.

Assim, você consegue entender a proximidade dos termos de pesquisa em relação às palavras-chave que você selecionou.

De que forma você pode usar esta informação? Para refinar suas correspondências de palavras-chave e garantir que apenas as pesquisas corretas acionem os anúncios.

Consulte os termos de pesquisa para otimizar suas campanhas

O objetivo deste relatório é mostrar buscas reais que estão ativando seus anúncios.

Com estes dados, você pode ajustar o texto dos anúncios e as páginas de destino para que reflitam mais de perto o interesse dos clientes.

Além disso, você pode encontrar novas ideias de palavras-chave para atrair mais público qualificado.

Finalmente, use este relatório para encontrar termos irrelevantes e adicioná-los como palavras-chave negativas.

Mas lembre-se de alguns pontos importantes:

  • Em alguns casos, o Google Ads não exibe todos os termos que acionaram seus anúncios. Assim, é possível que alguns fiquem de fora.
  • O relatório de termos de pesquisa não é atualizado em tempo real.

Concluindo

Como visto, é preciso tomar cuidado ao analisar dados no Google Ads. Embora as informações sejam precisas e, em muitos casos, em tempo real, elas podem ser mal interpretadas.

Por isso, redobre a atenção para não perder tempo e dinheiro anunciando no Google.