16 dicas para otimizar campanhas de vídeo do Google Ads

24/06/2022 by in category Vídeo Marketing, YouTube with 0 and 1
Home > Blog > Vídeo Marketing > 16 dicas para otimizar campanhas de vídeo do Google Ads

Deseja melhorar os resultados dos seus anúncios em vídeo no YouTube? Confira dicas para impulsionar seus vídeos nas campanhas do Google Ads.

Empresas que usam campanhas de vídeo no Google Ads já perceberam como este formato é importante para alcançar suas metas de marketing.

No entanto, em um cenário tão competitivo, como você pode garantir que suas campanhas de vídeo no YouTube atinjam todo o potencial?

Neste artigo, vamos considerar as principais dicas para otimizar as campanhas de vídeo no YouTube.

16 maneiras de impulsionar anúncios em vídeo no YouTube

1. Crie vídeos mais atraentes

A primeira coisa que precisamos destacar na hora de melhorar o desempenho dos vídeos é pensar nos próprios criativos.

Por isso, antes de tudo, dê uma olhada nos anúncios para verificar se você precisa de criativos novos.

Verifique se a mensagem do vídeo é clara e completa. Além disso, deixe claro o que os espectadores precisam fazer ao final do vídeo, como visitar o site, enviar uma mensagem ou comprar um produto.

2. Use vários vídeos

Outra forma de otimizar as campanhas de vídeo marketing é criar diversos vídeos dentro do mesmo grupo de anúncios.

Isto evita o desgaste do anúncio e o aumento no custo por visualização (CPV).

Além disso, se tiver vários vídeos rodando ao mesmo tempo, você pode avaliar quais são aqueles com melhor desempenho. Em seguida, basta investir mais neles.

3. Crie campanhas que estimulem a ação

Quais são suas metas ao anunciar em vídeo? Se você tem como meta gerar conversões como vendas e leads, use as campanhas de ação em vídeo.

De fato, este é o formato ideal para quem quer estimular os espectadores a fazer algo mais do que simplesmente assistir ao vídeo.

4. Use vídeos verticais

Pensando nos clientes em celulares, você pode oferecer uma experiência mais imersiva para eles com os vídeos verticais.

No modo retrato, ele cobre 75% da tela. E se o cliente escolher tela cheia, ele cobre 100% da tela.

Na verdade, para otimizar seus vídeos em todas as telas e aplicativos, é importante enviar os criativos em proporções diferentes. Isto inclui vídeos no formato paisagem, vertical e quadrado.

5. Mensagens diferentes em telas diferentes

Além de enviar os criativos em todas as proporções, é importante criar mensagens diferentes.

Assim, você oferece um conteúdo personalizado de acordo com a tela do cliente.

6. Invista em vídeos curtos e longos

O YouTube Ads oferece opções de vídeos curtos de 6 e 15 segundos. Diversas marcas estão apostando nestes formatos e colhendo os frutos. De fato, as taxas de visualização são maiores em vídeos menores.

Outra grande vantagem dos vídeos curtos é a capacidade de conscientizar o público. No entanto, são menos eficientes na hora de estimular a lealdade.

Por isso, na hora de otimizar anúncios em vídeo, considere investir em anúncios mais longos. De fato, os vídeos mais longos oferecem mais tempo para você contar uma história e despertar os sentimentos mais profundos entre seu público.

7. Prolongue a experiência com vídeos

Em vez de depender somente de um anúncio, você pode otimizar as campanhas de vídeo por direcionar os clientes para seu canal no YouTube. Outra opção é enviá-los para uma página de destino com vídeos adicionais.

Em geral, quando você expõe os clientes a um maior número de vídeos, as chances de conversão são maiores.

8. Reveja o design

É preciso dar especial atenção para a mensagem dos vídeos.

No entanto, é importante não se esquecer dos aspectos visuais do criativo.

Para ajudar os clientes a se conectar com você, utilize cores e fontes que tenham relação com sua marca.

9. Pense nas miniaturas

Ao divulgar sua marca no YouTube, lembre que alguns formatos de anúncios podem aparecer como imagem estática, ao lado do conteúdo principal.

Assim, para conseguir atrair a atenção de pessoas interessadas, escolha imagens thumb que ajudem a destacar seu anúncio.

De fato, imagens que mostram o produto que interessa aos clientes conseguem mais cliques de qualidade.

10. Avalie o que atrai os espectadores

Existem diversas formas de verificar como os espectadores estão reagindo aos seus vídeos, por exemplo:

  • Leia os comentários nos vídeos. Além disso, se publicou os vídeos em redes sociais, acompanhe como as pessoas estão reagindo a eles.
  • Use o YouTube Analytics para descobrir até que parte os espectadores estão assistindo seus vídeos.

11. Não se concentre apenas em dados demográficos

A complexidade do ser humano torna difícil limitar o público-alvo de acordo com dados demográficos.

De fato, os interesses das pessoas podem fugir do esperado. Por exemplo, um fã de fórmula 1 pode estar interessado em jardinagem.

Por este motivo, é importante dar valor ao interesse do momento do público.

Com as estratégias de segmentação do YouTube é possível escolher canais e até vídeos específicos onde o anúncio pode aparecer.

Desta forma, capture interesse de pessoas que estão fora do público demográfico que você costuma alcançar.

12. Avalie o CPV

Por que você precisa avaliar o CPV (custo por visualização) das suas campanhas?

A resposta vai além de aproveitar melhor seu investimento. Na verdade, o CPV pode revelar muito sobre seus anúncios em vídeo.

Por exemplo, você percebeu que os valores de CPVs estão aumentando muito com o tempo? Isto pode ser por causa do desgaste do vídeo que talvez esteja rodando há várias semanas. Se este for o caso, talvez seja necessário ampliar a segmentação ou criar novos vídeos.

13. Otimize lances

Como citamos no tópico anterior, talvez você percebeu que os anúncios em vídeo estão tendo um CPV maior.

Uma das causas para isso é a maior competitividade. Nestes casos, você talvez precise de lances mais agressivos para alcançar suas metas e aparecer para o público nos momentos mais importantes.

No entanto, ajustes nas configurações também podem diminuir o CPV. Uma agência Google Partner possui experiência e treinamento avançado para alcançar este objetivo.

14. Otimize as visualizações não pagas

Mas, dependendo do formato de anúncio em vídeo e da estratégia de lances, você pode aparecer e não pagar nada por isso.

De fato, isto acontece quando a pessoa não assiste ao vídeo inteiro. Por exemplo, imagine que você tenha um anúncio in-stream de 30 segundos, mas a pessoa assiste somente aos 20 primeiros segundos e então clica em “Pular anúncio”.

Embora a pessoa não tenha assistido ao vídeo inteiro, ele pode ajudar no reconhecimento de marca e recall do anúncio. E sem você precisar pagar por isto.

Assim, é importante destacar a mensagem principal e a marca nos primeiros segundos do seu vídeo.

Desta forma, mesmo que a pessoa pule o vídeo nos segundos iniciais, você consegue impactá-la.

De fato, esta é uma excelente estratégia para quem deseja otimizar suas campanhas de vídeo no Google Ads.

15. Use Remarketing de Vídeo

O Remarketing de Vídeo cria listas de pessoas que interagiram com seu conteúdo assistindo aos vídeos, se inscrevendo no canal ou clicando em “gostei”.

De fato, isto permite usar uma segmentação mais poderosa para alcançar seu público com uma mensagem personalizada ao divulgar vídeos na internet.

16. Use o limite de frequência

Esta configuração serve para limitar o número de vezes que um anúncio em vídeo aparece para a mesma pessoa.

Desta forma, você não corre o risco de irritar seu público com anúncios repetitivos. Ao mesmo tempo, consegue focar em aumentar a exposição dos vídeos para novos usuários.

Comece a otimizar seus anúncios em vídeo no YouTube!

Portanto, se você usa campanhas de vídeo ao anunciar no Google Ads, lembre-se que sempre há espaço para melhorias.

Mas isto talvez envolva mudanças nos criativos ou nas configurações.

Assim, na hora de colocar suas campanhas de vídeo para rodar é preciso otimizá-las para alcançar todo o potencial.

Por isso, se precisar de ajuda nesta tarefa, considere entrar em contato com uma agência Google Partner.

Clinks ®️ | Google Ads Partner PREMIER

CNPJ: 08.194.590/0001-42

Política de privacidade e termos de uso

Trabalhe conosco

Mapa do Site